sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

2013: ESPERANÇAS RENOVADAS


Rebaixado no Campeonato Brasileiro da Série A de 2012, o Figueirense Futebol Clube reformulou o time e busca se recuperar depois de uma temporada ruim para retornar à elite do futebol brasileiro em 2013.
O elenco já está treinando forte desde a representação, no dia 3 de janeiro. A principal novidade no novo Figueira é o técnico Adíllson Batista. Ao seu lado, uma comissão técnica bastante diferente daquela do ano passado, que é formada por Leandro Niehus (coordenador de futebol), Rafael Machado (supervisor), Antônio Peçanha e Ivair (auxiliares técnicos), Fábio Maraton e Norberto Cabral (preparadores físicos), Marcos Aurélio Tedeshi (preparador de goleiros), Vinícius Perez Simas e Sérgio Eduardo Parucher (médicos), Marcos Kimura e Alessandro Hauphental (fisioterapeutas), Tiago Cetolin (fisiologista), Genivaldo Costa e Fabiano Barbosa (massagista), Rafael Silveira e Ewerton de Oliveira (roupeiros), Felipe Rabello (nutricionista) e Gustavo Nicolini (responsável pelos vídeos, scouts e imagens).

PARA A TEMPORADA DE 2013, FORAM APRESENTADOS 28 ATLETAS. SÃO ELES:

Goleiros: Ricardo, Tiago Volpi e Neto
Laterais: Peter, Wellington Saci, Marquinhos e Hélder
Zagueiros: Gutti, Américo, Douglas Silva e Ronaldo Tres
Volantes: Jackson, Maylson, Nem, Tinga, Ryan e Willian Magrão
Meias: Danilinho, Guilherme Lazaroni, Maicon Talhetti, Felipe Nunes e Gerson Magrão
Atacantes: Héber, Eliomar, Marcelo Toscano, Leozinho, Willian Pottker e Diogo Dólem


2012: ANO PARA ESQUECER

A péssima campanha no Brasileirão da Série A de 2012, que culminou com a queda do time do Figueirense para a Segundona, bem como a decepção de não conseguir ganhar o título do Campeonato Estadual (perdeu a Final dentro de casa para o Avaí) e o vexame na Copa Sul-Americana (eliminado pelo Atlético-GO em pleno Scarpelli), foram os fracassos do Figueirense Futebol Clube na temporada passada. Um ano para o torcedor Alvinegro esquecer.

A DIRETORIA ADOTOU A FILOSOFIA DE NÃO CONTRATAR MEDALHÕES PARA A DISPUTA DA TEMPORADA 2013

Para a temporada de 2013, foram apresentados 28 jogadores. Alguns indicados pelo técnico Adílson Batista, responsável pela reformulação da equipe.
As rescisões de Loco Abreu, Fernandes, Wilson e Túlio representaram uma grande economia na folha salarial do clube e a diretoria adotou como alternativa apostar em contratações dentro da realidade do clube e em atletas formados na própria base do Figueirense.
Os dirigentes do Figueirense trabalham com cautela para evitar equívocos cometidos pelo clube como a contratação do atacante uruguaio Loco Abreu, que custou caro aos cofres do clube e não correspondeu dentro de campo.

COMPETIÇÕES EM 2013

Neste ano, o Figueirense Futebol Clube irá disputar três competições: O Campeonato Catarinense, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série B.
No Campeonato Estadual a estreia será contra o Guarani, no dia 20 de janeiro, em Palhoça-SC.

Campeonato Catarinense de 2013: de 20 de janeiro a 19 de maio.
Copa do Brasil de 2013: 03 de abril a 27 de novembro.
Campeonato Brasileiro da Série B de 2013: de 25 de maio a 30 de novembro


O primeiro Clássico Figueirense x Avaí da temporada, que vale pelo Campeonato Catarinense (Turno), será no dia 17 de fevereiro, um domingo, às 17 horas. O Figueirense será o mandante.



O eterno ídolo Fernandes, 34 anos, não fará parte do elenco do Figueirense de 2013. Fora dos planos da diretoria, o meia se transferiu para o Red Bull Brasil, clube que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista. Entre ida e vindas, Fernandes somou 13 anos de Figueira.
Fernandes é o maior artilheiro do Figueirense com 108 gols e o 3º jogador com mais partidas com a camisa do clube (403), atrás apenas de Casagrande e Pinga.



Emprestado até o final de 2013, a diretoria do Figueirense preferiu por fim ao vínculo com o atacante Loco Abreu no final do ano passado. Em 138 dias no clube, Loco Abreu jogou apenas sete partidas e marcou apenas um gol. Ele ficou muito fora do time, por conta de convocações para a Seleção do Uruguai e lesões, que atrapalharam o jogador.



Na reta final do Brasileirão da Série A de 2012, quando o time do Figueirense estava sendo dirigido por Fernando Gil, substituto de Márcio Goiano (demitido), a diretoria do Figueirense anunciou Adílson Dias Batista, 44 anos, como novo técnico do clube para 2013. O novo treinador só iniciou o trabalho agora em janeiro já pensando na disputa do Estadual.
Adílson Batista tem história no Figueirense, com vitoriosa passagem nos anos de 2005 e 2006. Conquistou o título de campeão catarinense de 2006 e no mesmo ano, comandou o time na melhor campanha da sua história no Campeonato Brasileiro da Série A quando o time terminou a competição na sétima colocação.

2 comentários:

  1. Olá Bruno,
    Obrigado pela visita e pelo comentário.
    Saudações Alvinegras !

    ResponderExcluir