domingo, 29 de abril de 2012

FIGUEIRENSE NA FINAL DO CATARINENSE


Jogando no Estádio Orlando Scarpelli, neste domingo, o Figueirense garantiu a sua classificação à Final do Campeonato Catarinense de 2012 com uma vitória por 3 a 1 sobre o Joinville. Vitória  que coroou o trabalho da equipe de melhor campanha na competição.
O meia Fernandes e o atacante Aloísio foram fundamentais na vitória do Figueira, com uma atuação praticamente perfeita. A dupla deu show no jogo que garantiu a classificação do Alvinegro para a Final do Estadual.
O primeiro gol do Figueirense saiu aos 24 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque veloz, Aloísio deixou Fernandes na cara do gol. O camisa 10 concluiu sem chances para o goleiro do Joinville.
No segundo tempo o Joinville empatou aos 25  minutos, de pênalti.
Aos 36 minutos, Fernandes lançou para o artilheiro Aloísio chutar forte para marcar o 2º gol do Figueirense. 
O Alvinegro fechou o placar aos 42, Aloísio recebeu passe do lateral Guilherme Santos e de dentro da área colocou na saída do goleiro.
Agora, o time do técnico Branco encara o rival na grande decisão do campeonato. Figueirense e Avaí voltam a se enfrentar em uma decisão de Estadual após 13 anos. A última final entre os dois rivais aconteceu em 1999, quando o Alvinegro sagrou-se campeão.

FICHA DO JOGO
29/04/2012
Figueirense 3x1 Joinville
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Juiz: Bráulio da Silva Machado (SC)
Gols: Fernandes e Aloísio (2)
Público: 11.384 pagantes; 11.876 total
Figueirense: Wilson; Pablo, Canuto, Sandro e Guilherme Santos; Ygor (João Paulo), Jackson (Luiz Fernando), Doriva e Fernandes (Niell); Aloísio e Roni.
Técnico: Branco

sexta-feira, 27 de abril de 2012

FIGUEIRENSE X JOINVILLE VALE VAGA NA FINAL


O Figueirense Futebol Clube enfrenta o Joinville Esporte Clube, domingo (29/04), às 18h30min, em Florianópolis-SC, no Estádio Orlando Scarpelli, pelo 2º jogo da Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012. Com o empate em 1 a 1, no 1º jogo, na Arena, em Joinville-SC, basta mais um empate para a equipe do Figueirense chegar à Final do Estadual. De acordo com o Regulamento o Figueira detém a vantagem do empate por ter melhor campanha no competição.
Na partida de volta da Semifinal o time do Figueirense será mais ofensivo. Não adotará o mesmo esquema tático do jogo de ida, quando atuou desfalcado da dupla titular de ataque. 
Em Joinville-SC, o Figueirense não contou com os atacantes Aloísio e Júlio César (lesionados). Aloísio treinou na equipe titular do Figueira durante a semana e recuperado de contusão deve voltar, mas Júlio César ainda se recupera de lesão.
A volta de Aloísio anima a torcida. Afinal, Aloísio neste Estadual já fez 12 gols e contribuiu com assistências para 7 gols do Figueirense. O atacante Aloísio vive grande fase. Se destaca pelas jogadas de velocidade e pela força física.
O volante Túlio está fora da decisão da Semifinal. Recebeu o cartão vermelho no jogo de ida, por ter agredido um jogador do Joinville. Doriva deve ocupar a vaga de Túlio.
Antes do jogo de domingo, o Figueirense receberá a Taça José Carlos Bezerra, referente a conquista do Returno do Estadual.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

FIGUEIRENSE DO TÉCNICO BRANCO TEM RETROSPECTO POSITIVO NO ESTADUAL


O técnico do Figueirense Futebol Clube, Cláudio Ibraim Vaz Leal, o Branco, 48 anos, vive a expectativa de um novo duelo contra o Joinville Esporte Clube, neste domingo (29/04), às 18h30min, no segundo jogo da Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012. Se for à Final, será a 1ª decisão de Estadual que o estreante técnico irá disputar em sua breve carreira.
O técnico Branco, que chegou ao clube no início desta temporada, está se notabilizando como o principal responsável da vitoriosa campanha do Alvinegro que só perdeu duas vezes em todo o Estadual. Branco é um técnico ousado, que coloca o time sempre em busca do gol. O Figueirense é um dos times com maior média de gols do futebol brasileiro em 2012. 
Como jogador, Branco passou por diversos clubes do Brasil e da Europa, além da Seleção Brasileira, e coleciona vários títulos na carreira (campeão Gaúcho, campeão Carioca,  campeão Brasileiro, campeão Português, campeão da Supertaça de Portugal, campeão da Copa América e campeão da Copa do Mundo de 1994). 
O perfil vitorioso de Branco parece estar influenciando diretamente na boa fase do Figueirense. O time Alvinegro é dono da melhor campanha do Campeonato Catarinense, com 12 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, em 19 partidas - venceu os dois Turnos que disputou.
Com muita vivência no futebol, Branco costuma passar aos seus comandados a seguinte lição: "Precisamos nos acostumar a vencer".
Em sua primeira experiência como técnico, pelo Figueirense, se passar pelo Joinville no próximo domingo,  o ex-lateral  Branco irá disputar sua primeira final de Campeonato Estadual da curta carreira de treinador.

OS NÚMEROS DA CAMPANHA DO TÉCNICO BRANCO:
Pontos Ganhos = 41
Jogos = 19
Vitórias = 12
Empates = 5
Derrotas = 2
Gols Prós = 52
Gols Contra = 24
Saldo de Gols = 28
Campeão do Turno e do Returno

quarta-feira, 25 de abril de 2012

ALVINEGRO X TRICOLOR: LISTA DE ATLETAS QUE JÁ JOGARAM NOS DOIS TIMES QUE DECIDEM VAGA À FINAL



O Figueirense Futebol Clube enfrenta domingo o Joinville Esporte Clube, em Florianópolis-SC, no jogo de volta pela Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012. A Federação Catarinense de Futebol (FCF) alterou o horário do duelo que vale uma vaga na Final do Estadual. A partida será às 18h30min.
No clima da grande decisão do segundo jogo da Semifinal, no post de hoje vamos conhecer alguns jogadores que já jogaram nos dois times que duelam para ir à Final.


Albeneir (atacante) = Figueirense (1982 a 1985, 1987 a 1989 e 1992), Joinville (1984)
Ademir (atacante) = Figueirense (1973 a 1975), Joinville (1976)
Adriano Ramos (atacante) = Figueirense (2000), Joinville (2003)
Almir (lateral direito) = Figueirense (1982 a 1986 e 1993), Joinville (1987 e 1988)
Almir Gil (meia) = Figueirense (1971 a 1975), Joinville (1987)
André Ceará (lateral direito) = Joinville (2001), Figueirense (2001 a 2003)
André Luís (zagueiro) = Joinville (2001), Figueirense (2002 e 2003)
Balduíno (meia) = Figueirense (1978, 1979, 1981 a 1983), Joinville (1978 e 1979)
Barbosa (atacante) = Joinville (1990), Figueirense (1993 a 1995)
Bebeto (atacante) = Figueirense (2002 e 2003), Joinville (2007)
Bênson (volante) = Joinville (1991 a 1996 e 2006), Figueirense (1997)
Britinho (atacante) = Figueirense (1972 a 1975), Joinville (1978 a 1981)
Carlos Alberto (goleiro) = Figueirense (1996 a 1999), Joinville (1999)
Carlos Alberto (volante) = Figueirense (2003 a 2007), Joinville (2012)
Celso Alonso (lateral esquerdo) = Joinville (1981), Figueirense (1981)
César Prates (lateral esquerdo) = Figueirense (2004, 2007 e 2008), Joinville (2010)
Dario (zagueiro) = Joinville (1980 e 1981), Figueirense (1981)
Dauri (atacante) = Joinville (1996, 2000, 2001 e 2003), Figueirense (2002)
Didi (atacante) = Joinville (?), Figueirense (1997)
Doriva (meia) = Joinville (1999, 2000 e 2004), Figueirense (2002)
Ézio (atacante) = Figueirense (2000), Joinville (2000)
Flávio (lateral direito) = Figueirense (2000), Joinville (2004 e 2005)
Felipe (atacante) = Figueirense (2001), Joinville (2003)
Galeano (volante) = Figueirense (2004), Joinville (2007)
Gelson (volante) = Joinville (1985), Figueirense (1986 e 1987)
Genílson (atacante) = Joinville (1997), Figueirense (1998, 1999, 2001, 2002 e 2004)
Gilberto (lateral esquerdo) = Joinville (1987 a 1991), Figueirense (1993)
Gilmar Nass (lateral esquerdo) = Joinville (1996 e 1997), Figueirense (1998)
Gilson (atacante) = Figueirense (1991, 1999 e 2000), Joinville (1998)
João Antônio (meia) = Figueirense (1999), Joinville (1999)
João Carlos (ponta direita) = Joinville (1983 a 1985), Figueirense (1986)
Joel (atacante) = Figueirense (1985), Joinville (1990 e 1991)
Jorge Carraro (zagueiro) = Joinville (1978 a 1981), Figueirense (1980, 1981 e 1982)
Jorge Luiz (volante) = Figueirense (1974 a 1977), Joinville (1977 a 1982 e 1985)
Leandro Makelelê (volante) = Joinville (2005 a 2007), Figueirense (2007 e 2008)
Léo (zagueiro) = Joinville (1982 a 1985), Figueirense (1988 e 1989)
Lica (zagueiro) = Figueirense (2000), Joinville (2005 e 2006)
Lico (ponta esquerda) = Figueirense (1975), Joinville (1978 a 1980)
Luiz Américo (meia) = Joinville (1997), Figueirense (1997)
Luís Antônio (atacante) = Figueirense (1976), Joinville (?)
Luiz Fernando (meia) = Joinville (2001), Figueirense (2003)
Magal (volante) = Joinville (2001), Figueirense (2008)
Marcelinho (meia) = Figueirense (2001 e 2002), Joinville (2007)
Marcelinho Silva (meia) = Figueirense (1997 a 1999), Joinville (2005, 2006, 2008 e 2009)
Marcelo Régis (atacante) = Figueirense (2002 e 2003), Joinville (2007)
Marlon (atacante) = Joinville (2001 a 2003), Figueirense (2004)
Marquinhos (meia) = Figueirense (1996, 1997 e 1999), Joinville (1999)
Maurício (lateral direito) = Joinville (?), Figueirense (1997)
Michael Schumacher (goleiro) = Joinville (1990 a 1995), Figueirense (1998)
Michel Denes (meia) = Figueirense (2001), Joinville (2002)
Mozer (zagueiro) = Joinville (?), Figueirense (1998)
Pedro Paulo (zagueiro) = Figueirense (2001), Joinville (2011 e 2012)
Perivaldo (volante) = Figueirense (1998 a 2000), Joinville (2000 a 2003)
Rafael Ueta (volante) = Joinville (2005 e 2006), Figueirense (2009)
Reginaldo (atacante) = Joinville (1983 a 1985), Figueirense (1986)
Renato Martins (atacante) = Figueirense (2002), Joinville (2005)
Renato Peixe (lateral esquerdo) = Figueirense (2001 e 2002), Joinville (2004 e 2005)
Roberto (zagueiro) = Figueirense (1999 e 2000), Joinville (2000 a 2003)
Raul (zagueiro) = Joinville (?), Figueirense (1996)
Rodrigo Vaz (meia) = Figueirense (1990), Joinville (2002)
Roger (atacante) = Joinville (?), Figueirense (1996)
Selmir (atacante) = Joinville (2001), Figueirense (2001 e 2002)
Sérgio Luís (ponta direita) = Figueirense (1985), Joinville (1989)
Silvio (goleiro) = Joinville (?), Figueirense (1999 e 2000)
Thiago Silvy (atacante) = Figueirense (2005 a 2007), Joinville (2007)
Toninho (zagueiro) = Joinville (2006), Figueirense (2009)
Toninho Cajurú (ponta direita) = Joinville (1986 a 1988), Figueirense (1990)
Vanderson (lateral esquerdo) = Figueirense (2005 a 2007), Joinville (2008)
Wagner (meia) = Joinville (1987 a 1989, 1991 e 1993), Figueirense (1992)
William (meia) = Figueirense (2001 a 2003), Joinville (2009 e 2010)
Xandão (meia) = Joinville (1996), Figueirense (1997)
Xavier (lateral esquerdo) = Figueirense (2005), Joinville (2009)
Zé Renato (meia) = Joinville (?), Figueirense (1999 e 2000)

terça-feira, 24 de abril de 2012

TABU



Quando o Figueirense Futebol Clube entrar em campo neste domingo, às 16 horas, para jogar o segundo confronto contra o Joinville Esporte Clube, válido pela Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012, lutará também para manter um longo tabu.
São 2 anos e 3 meses sem perder para o Tricolor. Uma invencibilidade de 8 jogos diante do Joinville EC nos confrontos pelo Estadual. A última derrota do Figueirense foi no dia 24 de janeiro de 2010, Joinville 2 a 1, pela 3ª rodada do 1º Turno do Estadual daquele ano.

DOIS ANOS E 3 MESES OU 8 JOGOS. ESTE É O TEMPO QUE O FIGUEIRA NÃO É DERROTADO PELO JOINVILLE:

24/01/2010 - Joinville 2x1 Figueirense - a última derrota do Alvinegro
06/03/2010 - Figueirense 3x0 Joinville
11/04/2010 - Figueirense 0x0 Joinville
20/01/2011 - Figueirense 4x0 Joinville
20/02/2011 - Figueirense 3x1 Joinville
09/03/2011 - Joinville 1x1 Figueirense
29/01/2012 - Joinville 2x2 Figueirense
11/03/2012 - Figueirense 3x3 Joinville
22/04/2012 - Joinville 1x1 Figueirense

RESUMO:
Jogos = 8
Vitórias = 3
Empates = 5
Gols Prós = 17
Gols Contra = 8
Saldo = 9

segunda-feira, 23 de abril de 2012

MERCADO DA BOLA


O Figueirense Futebol Clube, que no próximo final de semana estará disputando o segundo jogo da Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012, contra o Joinville Esporte Clube, em Florianópolis-SC, quer reforçar ainda mais o time para o restante da temporada. 
Não querendo causar instabilidade no plantel ao falar de reforços neste momento decisivo do Estadual de 2012, não tem como negar que a diretoria do Figueirense deve anunciar novos jogadores para fortalecer o time no Brasileirão da Série A de 2012.
Conforme noticiado pela imprensa esportiva, Almir, meia-atacante, revelado pelo Botafogo-RJ, e apesar do contrato com o time do Bangu-RJ até 2013, já está com o seu passe negociado com o Figueirense. Ele chega após o Campeonato Catarinense.
Outro nome especulado foi o do atacante Willian Batoré, ex-Avaí-SC, que está encostado no Atlético-GO. Por ter sido ídolo do Avaí, sofre uma rejeição muito grande por parte da torcida Alvinegra. A diretoria do Figueirense não confirmou a negociação, muito menos negou o interesse.
O Figueirense também pode anunciar o meia Souza, do Fluminense-RJ. Souza não está sendo aproveitado pelo Fluminense-RJ e parece bem próximo de ser contratado pelo Alvinegro.
Também foi divulgada pela imprensa a possibilidade do atacante Lima, do Joinville-SC, se transferir para o Figueirense. O goleador revelou que recebeu proposta para jogar no Figueirense e admitiu que gostaria de atuar na Série A do Brasileirão pelo time Alvinegro.
Por enquanto, o torcedor fica apenas na espera pelo anúncio oficial de novos reforços para o elenco do Figueira.

domingo, 22 de abril de 2012

ESTADUAL 2012 - SEMIFINAL



O Figueirense Futebol Clube conseguiu arrancar o empate em 1 a 1 na tarde deste domingo (22), na Arena, em Joinville-SC,  contra o Joinville Esporte Clube, no primeiro jogo da Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012. Como fez melhor campanha na Fase Classificatória, o Figueirense tem a vantagem de empatar o jogo da volta, no próximo domingo, às 16 horas, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC, para chegar à Final do Estadual.
O jogo teve lances polêmicos - dois pênaltis não marcados, um para cada time. 
O Joinville abriu o placar aos 9 minutos do primeiro tempo. Ainda no primeiro tempo, Túlio do Figueirense foi expulso de campo prejudicando a equipe do técnico Branco.
O Figueirense chegou ao empate aos 4 minutos do segundo tempo com gol do lateral esquerdo Guilherme Santos. O meia Fernandes chutou a bola para o gol, a bola bateu na defesa e sobrou para Guilherme Santos fazer o gol.
Foi um jogo histórico para o goleiro Wilson que completou 300 jogos com a camisa do Figueirense.

FICHA DO JOGO:
22/04/2012
Joinville 1x1 Figueirense
Local: Arena Joinville, em Joinville-SC
Juiz: Ronan Marques da Rosa (SC)
Gol: Guilherme Santos
Figueirense: Wilson; Pablo, Canuto, Sandro e Guilherme Santos (Coutinho); Túlio, Ygor, Botti e Doriva; Fernandes (João Paulo) e Roni (Franco Niell). Técnico: Branco


sábado, 21 de abril de 2012

ESTADUAL 2012 - SEMIFINAL


Joinville Esporte Clube e Figueirense Futebol Clube se enfrentam às 16 horas deste domingo (22) na primeira partida da Semifinal do Campeonato Catarinense de 2012. O confronto de ida será na Arena Joinville, em Joinville-SC
O Figueirense entra em campo com a vantagem de jogar por dois resultados iguais para ser finalista. 
A Semifinal será disputada em dois jogos, valendo saldo de gols e, em caso de empate, o Figueirense campeão do Turno e Returno terá a vantagem de dois resultados iguais.
Durante a Fase Classificatória, as duas equipes fizeram dois grandes jogos. Houve empates nas duas oportunidades. No Turno, por 2 a 2, em Joinville-SC. No Returno, 3 a 3, em Florianópolis-SC. 
O time do Figueirense trabalhou forte durante a semana e agora está preparado para entrar em campo contra o Joinville. Alguns jogadores importantes, como o goleiro Wilson, o zagueiro Canuto, o volante Ygor, o meia Roni e o atacante Aloísio, voltam ao time. Porém, a grande baixa é o atacante Júlio César, que continua no departamento médico.
Domingo será um dia especial para o ídolo Wilson. O goleiro e capitão do Alvinegro irá completar 300 jogos pelo clube. Uma marca histórica.
A provável escalação do Figueirense para o primeiro jogo decisivo da Semifinal: Wilson; Pablo, Canuto, Sandro e Guilherme Santos; Ygor, Túlio, Botti e Roni; Fernandes e Aloísio.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

HOMENAGEM AO ÍDOLO


O goleiro Wilson vai completar neste domingo (22), contra o Joinville, na Arena em Joinville, a marca de 300 jogos com a camisa do Figueirense Futebol Clube. São seis anos de clube para chegar nessa marca. 
Sua estreia no Figueirense aconteceu no dia 14 de fevereiro de 2007, na vitória de 3 a 0 sobre o rival Avaí.
Wilson faz parte da lista dos maiores nomes da história do clube. É um grande ídolo, vencedor e exemplo a ser seguido. Ele merece ser reverenciado com troféus, placas e outros tipos de homenagens. Até os adversários do Figueirense o reconhecem como um dos maiores goleiros do futebol catarinense.
No Figueirense Wilson foi vice-campeão da Copa do Brasil em 2007, campeão Estadual em 2008, vice-campeão Brasileiro da Série B em 2010, campeão do Turno e Returno do Estadual 2012, e eleito o melhor goleiro do Estado em duas ocasiões, em 2008 e 2010.
Nos 299 jogos com a camisa do Furacão, Wilson fez três gols: dois de pênalti e um de falta. 
O ídolo está perto de ultrapassar a marca de Peçanha, ex-goleiro e atual preparador de goleiros do Figueirense, que atuou 304 vezes pelo Figueira.
No jogo do próximo domingo pelas Semifinais do Campeonato Catarinense de 2012, o goleiro usará uma luva personalizada desenvolvida pela Arcitor, fornecedora de luvas do goleiro Wilson.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

FIGUEIRENSE X JOINVILLE



O Figueirense Futebol Clube vai enfrentar o Joinville Esporte Clube neste domingo, dia 22 de abril, pelo jogo de ida da Semifinais do Campeonato Catarinense de 2012. A partida será realizada na Arena Joinville, a partir das 16 horas, em Joinville-SC.
Este será o terceiro encontro dos dois times neste Estadual. Já tivemos empate em Joinville por 2 a 2 no Turno e empate em Florianópolis por 3 a 3 no Returno.
O Figueirense foi o líder da Fase Classificatória, com 40 pontos, enquanto que o Joinville foi o 4º colocado, com 31 pontos ganhos.
Figueirense e Joinville são dois dos maiores clubes de Santa Catarina que juntos somam 27 títulos Estaduais, 15 do Alvinegro e 12 do Tricolor.
Esta não será a primeira vez que Figueirense e Joinville se enfrentam em uma decisão. Ambos já se cruzaram em outros momentos decisivos e já protagonizaram até finais de campeonatos.
Nos últimos dois anos, por exemplo, Figueirense e Joinville decidiram turnos nos Estaduais, com o time da Capital levando a melhor. Em 2010, Figueirense e Joinville se enfrentaram na Semifinal do Returno do Estadual, partida única, disputada no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC, em 11 de abril de 2010. O empate em 0 a 0 classificou o time Alvinegro.
Os dois times voltaram a ficar frente a frente novamente, na decisão da Semifinal do Turno do Estadual de 2011, quando se enfrentaram no Estádio Orlando Scarpelli, na Capital. Em partida única, disputada no dia 20 de janeiro de 2011, o Figueira fez 3 a 1 no Joinville, avançando na competição e eliminando o time Tricolor.
Esse confronto, já decidiu o Campeonato Catarinense de Futebol três vezes, com o Joinville ganhando em 1983 e 1984, enquanto que o Figueirense ganhou em 2006.





HÁ SEIS ANOS, O FIGUEIRENSE VENCIA O JOINVILLE NA ÚLTIMA DECISÃO DE ESTADUAL ENTRE AS DUAS EQUIPES

Hoje vamos voltar para o ano de 2006, e relembrar aquela decisão de título entre Figueirense e Joinville, pelo Campeonato Catarinense. Em 2006, as duas equipes se enfrentaram pela última vez em busca do título Estadual e naquela ocasião a festa foi Alvinegra !
Os jogos decisivos aconteceram nos dias 2 e 9 de abril de 2006. No 1º jogo da Final, o Joinville fez 2 a 1 no Figueirense e saiu na frente na decisão do Campeonato Catarinense. O time do Norte com a vitória ficou com a vantagem do empate no jogo de volta. Apesar da derrota, o time da Capital precisava de uma vitória simples para ser campeão Estadual pela 14ª vez, porque era o primeiro colocado na classificação geral do campeonato.
Os gols da equipe Tricolor saíram depois da expulsão do goleiro Andrey, aos 21 minutos do primeiro tempo. O time do Joinville abriu o placar aos 26 e ampliou aos 19 do segundo tempo. No final, aos 44 minutos, o zagueiro Edson descontou para o Figueirense.
A tática do Figueirense foi se defender e sair nos contra-ataques. O Joinville optou por pressionar o adversário para conseguir a vantagem para o jogo decisivo.
Aos 21 minutos o goleiro Andrey, do Figueirense, cortou com as mãos, fora da área, um lançamento, que deixaria um jogador do Joinville livre para marcar, e foi expulso. Para a entrada do reserva Dalton, o técnico Adilson Batista sacou o meia Fernandes.
Aos 26 minutos, o Joinville abriu o placar e o 1º tempo terminou com  1 a 0 a favor do Joinville.
No segundo tempo o Joinville ampliou aos 19 minutos e o Figueirense diminui a vantagem Tricolor aos 44 minutos, com o zagueiro Edson acertando cabeçada no canto esquerdo para definir o placar: 2 a 1.
No 2º jogo da Final, o time do Joinville jogava em Florianópolis com a vantagem do empate para conquistar o título Estadual. O Figueirense precisava vencer por qualquer placar. E a equipe do Figueirense foi o campeão catarinense de 2006. O time Alvinegro derrotou o Joinville por 3 a 0, no Estádio Orlando Scarpelli, conquistando o 14º título Estadual da história. 
De quebra, o time dirigido pelo técnico Adilson Batista, ratificou a hegemonia em Santa Catarina no Século XXI, conquistando quatro dos seis títulos catarinenses disputados. Além disso, passou a ser o clube com mais conquistas em Santa Catarina: 14 contra 13 do Avaí e 12 do Joinville.
Precisando vencer, já que havia sido derrotado por 2 a 1 para o Joinville na primeira das partidas decisivas, o Figueirense contou com o apoio da torcida para chegar ao resultado.
Cícero abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, brilhou a estrela de Soares, que ratificou a conquista com dois gols - um aos 24 minutos e outro aos 46 minutos da etapa final.
Em 2006, Cícero, do Figueirense, marcou 11 gols no Estadual e foi o principal artilheiro da competição.

AS FICHAS DOS JOGOS DA DECISÃO:
02/04/2006
Joinville 2x1 Figueirense
Local: Arena, em Joinville-SC
Juiz: Luiz Orlando de Souza (SC)
Gol: Edson
Figueirense: Andrey; Flávio, Edson, Rodrigo Souto e Fininho, Henrique, Carlos Alberto, Cícero (Samir) e Fernandes (Dalton); Soares e Thiago Silvy (Diogo). Técnico: Adilson Batista

09/04/2006
Figueirense 3x0 Joinville
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Juiz: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC)
Gols: Cícero e Soares (2)
Figueirense: Dalton; Flávio, Rodrigo Souto, Edson e Fininho; Carlos Alberto, Henrique, Cícero (Vinícius) e Marquinhos Paraná; Thiago Silvy (Fernandes), Schwenck (Soares). Técnico: Adilson Batista



terça-feira, 17 de abril de 2012

TAÇA HOMENAGEIA EX-ÁRBITRO



A Federação Catarinense de Futebol (FCF) divulgou o nome da Taça conquistada pelo Figueirense Futebol Clube ao confirmar o título do Returno do Campeonato Catarinense de 2012. A Taça do Returno do Estadual recebe o nome de José Carlos Bezerra, ex-árbitro de futebol dos quadros da Federação Catarinense de Futebol (FCF) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Bezerra também foi presidente da Comissão de Arbitragem da FCF.
A Taça será uma homenagem aos serviços prestados por José Carlos Bezerra ao futebol catarinense e ao futebol brasileiro.
A entrega da Taça José Carlos Bezerra ao Figueirense Futebol Clube, campeão do Returno, será feita no dia 29 de abril, no Estádio Orlando Scarpelli, antes do jogo de volta das Semifinais, contra o Joinville Esporte Clube.
José Carlos Bezerra foi um árbitro respeitado no futebol catarinense. Ele apitou jogos importantes. Mas, entre os destaques de sua carreira estão apitar 24 vezes o principal clássico do futebol de Santa Catarina, Figueirense Futebol Clube x Avaí Futebol Clube. Bezerra foi um dos árbitros que apitaram mais vezes o clássico da Capital, atrás apenas de Dalmo Bozzano, que apitou 41 vezes o clássico

segunda-feira, 16 de abril de 2012

TORCIDA LAMENTA REGULAMENTO


Se por um lado, a torcida do Figueirense está feliz da vida pela rotina de títulos, por outro a torcida Alvinegra está na bronca com o Regulamento do Campeonato Catarinense de 2012.
O time do técnico Branco ganhou o Turno e o Returno, somou mais pontos (40), teve o maior número de vitórias, teve o melhor ataque (51), para ter apenas a vantagem de jogar em casa o jogo da volta no mata-mata das partidas decisivas. A vantagem é muito pequena para quem realizou uma campanha impecável na Fase de Classificação, com aproveitamento de 74,1%.
O Regulamento "burro", aprovado pelos presidentes dos clubes, oferece a chance de um time com campanha inferior eliminar quem foi mais eficiente até agora.

A CAMPANHA DO FIGUEIRA NA FASE DE CLASSIFICAÇÃO

Colocação: 1º lugar
Pontos Ganhos: 40
Jogos: 18
Vitórias: 12
Empates: 4
Derrotas: 2
Gols Prós: 51
Gols Contra: 23
Saldo de Gols: 28
Aproveitamento: 74,1%

OS QUATRO TIMES CLASSIFICADOS À SEMIFINAL

1º Figueirense = 40 pontos ganhos
2º Chapecoense = 33 pontos ganhos
3º Avaí = 32 pontos ganhos
4º Joinville = 31 pontos ganhos

OS CONFRONTOS DA SEMIFINAL

22/04/2012 - Jogo de Ida - Às 16 horas
Joinville x Figueirense - Em Joinville
Avaí x Chapecoense - Em Florianópolis

29/04/2012 - Jogo de Volta - Às 16 horas
Figueirense x Joinville - Em Florianópolis
Chapecoense x Avaí - Em Chapecó
Obs.: Os vencedores dos confrontos fazem a Final do Estadual de 2012


domingo, 15 de abril de 2012

É CAMPEÃO !!!!


Neste domingo (15/4), o Figueirense Futebol Clube enfrentou o Camboriú, jogo que valia o título do Returno  para o time do técnico Branco. Mesmo com reservas, o Figueirense venceu o Camboriú no Estádio Orlando Scarpelli e ficou com o título do Returno do Campeonato Catarinense de 2012.
Este é o segundo título do técnico Branco à frente do time do Figueira. Sob o seu comando, o Furacão já tinha faturado o Turno do Estadual.
Desfalcado de 8 jogadores, o Figueirense teve trabalho para ganhar do Camboriú. O time da casa abriu o placar logo aos 2 minutos com o meia Botti. O Camboriú empatou aos 8 minutos do primeiro tempo, gol de pênalti. O ídolo Fernandes, que voltou ao time após lesão, fez 2 a 1 para o Figueirense aos 30 minutos do primeiro tempo, cobrando pênalti. Os visitantes empataram aos 17 da segunda etapa. E Luiz Fernando fez o gol da vitória do Figueirense, aos 29 minutos do segundo tempo.
O Figueirense terminou a Fase Classificatória do Campeonato Catarinense como líder geral, com 40 pontos ganhos, 12 vitórias em 18 jogos e 51 gols marcados. No Returno, o time do Figueira fez 20 pontos.
Na Fase Semifinal o Figueirense terá o Joinville EC como adversário. O primeiro jogo será em Joinville, e a decisão será em Florianópolis. O Figueirense joga por dois resultados iguais. Se passar pelo Joinville o Furacão vai à Final e pega o vencedor do confronto entre o Avaí e Chapecoense.

FICHA TÉCNICA:
15/04/2012
Figueirense 3x2 Camboriú
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Gols: Botti, Fernandes e Luiz Fernando
Juiz: Clodoaldo Jusviack (SC)
Público: 7.501 total
Figueirense: Neto; Pablo (Léo), João Paulo, Fred e Guilherme Santos; Jackson, Coutinho (Niell), Botti e Jean Deretti; Luiz Fernando (Willian Potker) e Fernandes. Técnico: Branco

sexta-feira, 13 de abril de 2012

DESFALCADO, FIGUEIRENSE DECIDE O TÍTULO DO RETURNO















O Figueirense Futebol Clube é o líder da classificação geral do Campeonato Catarinense de 2012, já ganhou o Turno, está classificado para a Semifinal do Estadual e pode garantir o título do Returno neste domingo (15/4), no jogo contra o Camboriú, às 16 horas, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Para isso, precisa vencer.
O Figueira enfrenta o Camboriú com um time praticamente reserva. O time do técnico Branco terá oito desfalques para o jogo de domingo, cinco por suspensão (o goleiro Wilson, o zagueiro Sandro, o volante Túlio e os meias Roni e Doriva) e três machucados (o volante Ygor e os atacantes Júlio César e Aloísio). O volante Toró após recuperar-se de lesão fica a disposição no banco de reservas.
Apesar da série de desfalques, o Figueirense é o grande favorito para o jogo com o modesto Camboriú.
A torcida do Furacão promete lotar o Estádio Orlando Scarpelli para ajudar o time Alvinegro a vencer mais uma etapa do Estadual e para ver o maior ídolo do clube de volta. É grande a expectativa gerada pela volta do meia Fernandes. Após longos dias fora dos gramados, lesionado, Fernandes está pronto para voltar a atuar pelo Figueirense.
Com tantos desfalques, o técnico Branco poderá escalar o time com: Neto; Pablo, Fred, João Paulo e Guilherme Santos; Jackson, Coutinho, Botti e Luiz Fernando; Fernandes e Deretti.
Figueirense e Camboriú se enfrentaram somente uma vez na história. Foi no dia 26 de fevereiro, pela nona rodada do Turno do Estadual/2012 e o Figueirense venceu pelo placar de 5 a 1, em Camboriú.
No Estadual/2012 o Figueirense continua invicto dentro de casa. Disputou 8 jogos, venceu 6 e empatou 2.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

A VOLTA DO ÍDOLO ALVINEGRO


O próximo compromisso do Figueirense será diante do Camboriú, no domingo (15/4), às 16 horas, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC. Se vencer, o Figueira conquistará o título do Returno do Campeonato Catarinense de 2012. A torcida do Alvinegro promete lotar o Scarpelli para rever o ídolo Fernandes e comemorar mais uma conquista.
Para este jogo, o técnico Branco terá desfalques importantes: o goleiro Wilson, o zagueiro Sandro, os volantes Túlio e Doriva e o meia Roni cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Já o volante Ygor e o atacante Júlio César ficam de fora por lesão.
A boa notícia é a volta do zagueiro Canuto e dos laterais Pablo e Guilherme Santos, que estavam suspensos. Também ficam à disposição do técnico Branco, o volante Toró, os meias Botti e Fernandes e o atacante argentino Franco Niell.
Com 17 pontos e na liderança do Returno, o Figueirense que já ganhou o Turno e está garantido na Semifinal do Estadual, precisa de uma vitória simples diante do Camboriú para também ficar com o título do Returno.

FERNANDES
A grande notícia da semana foi a presença do meia Fernandes treinando como titular. Maior goleador da história do Figueirense Futebol Clube, Fernandes pode retornar aos gramados neste domingo. Desde o dia 9 de março, o ídolo se recupera de um estiramento na panturrilha direita.
Na pré-temporada, ele sofreu um estiramento na coxa direita e, depois, uma tendinite no joelho direito.
Participou de apenas dois jogos nesta temporada. Só estreou pelo Alvinegro em 2012 no final de fevereiro, contra o Marcílio Dias, na 1ª rodada do Returno. Entrou no decorrer do jogo contra o Atlético de Ibirama, em Florianópolis e, no jogo seguinte diante do Joinville, também em casa, estava certo a sua presença em campo, mas Fernandes sentiu uma fisgada na panturrilha da perna direita no treino dois dias antes da partida, e acabou ficando de fora.
Ídolo do Figueirense, o meia Fernandes, 33 anos, tem 13 anos de clube e já marcou 104 gols pelo Furacão.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

ESTADUAL 2012: CONFRONTOS DECISIVOS


Projetando os próximos jogos do Figueirense Futebol Clube no Campeonato Catarinense de 2012, o time Alvinegro terá uma sequência de decisões nas próximas semanas. Serão três decisões: a primeira começa domingo (15/04). O Figueirense enfrenta o Camboriú e fica com o título do Returno em caso de vitória simples.
Já com vaga garantida na Semifinal (como campeão do Turno), o segundo confronto decisivo vai acontecer no dia 29 de abril. Na Semifinal o Figueira faz o jogo de ida fora, e a decisão será no Scarpelli no jogo de volta.
E se passar pelo mata-mata da Semifinal joga a Final também em casa, no dia 13 de maio.
Com uma campanha consistente (72,55% de aproveitamento), o Figueira já ganhou o Turno e é o líder no somatório geral de pontos do Campeonato Estadual de 2012 (37 pontos). O time do técnico Branco está em situação privilegiada para fazer os jogos de volta da Semifinal e, se avançar, da finalíssima em casa. O Figueirense terá nas Fases Decisivas a companhia das três melhores equipes de índice técnico na classificação geral.
Em 29 dias, o torcedor do Alvinegro verá o time diante de três confrontos decisivos em pleno Estádio Orlando Scarpelli. Expectativa de grandes jogos e muita emoção.
O Figueirense jogando em seu estádio na temporada 2012 continua invicto: em 8 jogos, venceu 6 e empatou 2.

FIGUEIRENSE NO SCARPELLI NA TEMPORADA 2012:
Turno
Figueirense 5x0 Marcílio Dias
Figueirense 3x1 Metropolitano
Figueirense 5x4 Criciúma
Figueirense 4x0 Brusque
Returno
Figueirense 3x1 Atlético de Ibirama
Figueirense 3x3 Joinville
Figueirense 3x0 Chapecoense
Figueirense 2x2 Avaí

quinta-feira, 5 de abril de 2012

PERSONAGENS DA HISTÓRIA DO FIGUEIRENSE



NARBAL VILELA
Narbal Vilela, foi um competente funcionário da Diretoria de Obras Públicas e dedicado tesoureiro do Figueirense Futebol Clube.
Figura estimadíssima no círculo de suas relações e nos meios esportivos da Capital. No Figueirense, Vilela também ocupou outros cargos na diretoria: secretário geral e 1º secretário.

LUIZ ÉVERTON
Luiz Éverton Rodrigues, natural de Montenegro-RS (04/11/1950), defendeu com muita dedicação o nosso querido Figueirense FC. É um dos ídolos da história do Alvinegro.
O meia Luiz Everton, além do Figueirense, jogou pelo Paysandu de Brusque-SC, Vitória-BA, Flamengo-RJ, Internacional-RS, Avaí-SC, Colorado-PR, Londrina-PR, Ypiranga-RS, Palmeiras de Blumenau-SC, Mafra-SC, Berchen-Bélgica e Marítimo-Portugal.
Formado em Educação Física pela UDESC (1976), foi preparador físico das categorias de base do Figueirense.
Atualmente, aposentado, Luiz Everton reside em Florianópolis-SC.

DR. SADI LIMA
Dr. Sadi Lima, natural de Tubarão-SC (13/01/1938), é um grande torcedor do Figueirense. A sua paixão pelo futebol o levou a exercer a presidência do Figueirense FC por 2 anos, entre 1983 e 1984. Ele é benemérito do clube.
Formado em Direito pela UFSC em 1965, o Dr. Sadi Lima presta importantes serviços à advocacia em Santa Catarina.
O Dr. Sadi Lima já ocupou o cargo de Procurador-Geral do Estado em duas ocasiões (1990/1991 e 2008/2010) e foi presidente da OAB-SC (Ordem dos Advogados do Brasil).

GERALDINO
Geraldo Damasceno, o Geraldino, natural de São Pedro do Turvo-SP (17/11/1937), foi um grande técnico do futebol brasileiro. Treinou várias equipes, entre elas o Atlético-PR, Coritiba-PR e o Figueirense.
Atualmente reside em Curitiba-PR, onde está aposentado como funcionário do Ministério da Fazenda.

ORIVAL MEIRA
O empresário Orival Meira, na décadas de 80 e 90, foi diretor e assumiu a presidência do Figueirense Futebol Clube. Seu filho, Orival Meira Júnior, foi zagueiro do Figueirense de 1985 a 1992.
Orival Meira faleceu em 14 de julho de 2008, aos 68 anos.

MIROEL WOLOWSKI
Homem de personalidade muito forte, trabalhador, grande empreendedor, o Engenheiro Eletricista Miroel Makiolke Wolowski, foi presidente do Figueirense Futebol Clube em 1991/1992.
Miroel faleceu no dia 7 de outubro de 2011, aos 63 anos.

MARCOS AURÉLIO
O professor Marcos Aurélio de Ávila, formado em Educação Física pela UDESC/CEFID (1993), começou carreira como preparador físico no Figueirense em 1994. Ele fez parte daquela comissão técnica campeã do Estado liderada pelo treinador Lula Pereira .
Além do Figueirense, Marcos Aurélio passou pelo Joinville-SC, Caxias-SC, CRB-AL, Avaí-SC e no exterior no Chunnam Dragons, da Coréia do Sul.
No Figueirense trabalhou nos anos de 1994 a 1996 e de 1998 a 2000.

DR. MARCO AURÉLIO CUNHA
Marco Aurélio Cunha, médico ortopedista há mais de 25 anos, é hoje uma das mais importantes figuras no cenário esportivo brasileiro, com atuação extensa nas áreas médica e administrativa de grandes entidades do esporte Nacional.
Teve vitoriosa passagem pelo Figueirense. Ajudou a profissionalizar o clube Alvinegro, à época da 3ª Divisão do futebol brasileiro, que em poucos anos teve o acesso à 1ª Divisão do futebol do País.

PARCERIA COM A CSR
A parceria Figueirense Futebol Clube e CSR que se estendia desde 2001 chegou ao fim em 2004.
Em uma reunião entre o presidente do Figueirense, Paulo Prisco Paraíso, e o diretor da CSR, Carlos Arini, ficou decidido pelo encerramento da parceria, que renderam bons frutos tanto para o clube, quanto para a empresa.

MÁRCIO ARAÚJO
No dia 1º de dezembro de 2009, a diretoria do Figueirense FC se reuniu, no Estádio Orlando Scarpelli, e decidiu não renovar o contrato do técnico Márcio Araújo. O fato do time Alvinegro não ter conquistado o acesso no Campeonato Brasileiro da Série B pesou na decisão dos dirigentes do clube.
Natural de São José do Rio Preto-SP (07/05/1960), Márcio Longo de Araújo chegou ao Figueirense no dia 30 de agosto de 2009 após a saída do treinador Roberto Fernandes. Márcio Araújo comandou a equipe do Figueira em 17 oportunidades, tendo conquistado 9 vitórias e sofrido 8 derrotas, ou seja, nenhum empate registrado. Com o técnico, deixaram também o time o auxiliar Nenê Santana, o preparador de goleiros Luiz Henrique Dias, além do preparador físico Marcelo Rezende.
Os 17 jogos de Márcio Araújo no Figueirense:
01/09/2009 - Portuguesa-SP 3x1 Figueirense
12/09/2009 - Figueirense 2x1 Ceará-CE
15/09/2009 - Guarani-SP 3x2 Figueirense
18/09/2009 - Figueirense 2x1 Atlético-GO
26/09/2009 - Paraná Clube-PR 0x4 Figueirense
29/09/2009 - Vasco da Gama-RJ 1x2 Figueirense
03/10/2009 - Figueirense 2x0 Bahia-BA
10/10/2009 - Fortaleza-CE 3x1 Figueirense
16/10/2009 - Figueirense 3x1 Juventude-RS
20/10/2009 - Vila Nova-GO 2x1 Figueirense
24/10/2009 - Figueirense 1x2 Ponte Preta-SP
31/10/2009 - Brasiliense 0x4 Figueirense
06/11/2009 - Figueirense 3x1 Campinense-PB
10/11/2009 - América-RN 1x0 Figueirense
14/11/2009 - Figueirense 2x1 Bragantino-SP
21/11/2009 - Figueirense 1x2 Duque de Caxias-RJ
27/11/2009 - São Caetano-SP 2x1 Figueirense

WELLINGTON NEM
O baixinho Wellington Nem começou a jogar futebol nas categorias de base do Fluminense-RJ. Em 2011 foi emprestado para o Figueirense. Wellington foi um dos principais jogadores da grande campanha do time Alvinegro no Brasileirão da Série A de 2011, que surpreendeu ficando em 7º lugar. O meia atacante foi eleito a revelação do Brasileirão do ano passado e voltou ao Fluminense-RJ em 2012 para ser titular.
Wellington Silva Sanches Aguiar, natural do Rio de Janeiro-RJ, 20 anos, foi uma das novidades do técnico Mano Menezes na pré-lista dos jogadores convocados para os Jogos Olímpicos de Londres que vão de 27 de julho à 12 de agosto de 2012.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

1949: FIGUEIRENSE 4X3 OLÍMPICO - AMISTOSO EM HOMENAGEM AO COMANDANTE DO 14º BC

Em 1949, a diretoria do Figueirense Futebol Clube acertou com o Sr. Arnaldo Martins Xavier, presidente do Grêmio Esportivo Olímpico, de Blumenau-SC, a realização de um amistoso inter-municipal em homenagem ao Comandante do 14º Batalhão de Caçadores, em Florianópolis-SC, entre as equipes do Alvinegro da Capital e do Alvirrubro de Blumenau-SC.
O amistoso foi disputado em 7 de setembro de 1949, no Estádio Adolfo Konder. Foi um bom jogo, aberto, com várias chances criadas pelos dois times.
Numa virada sensacional, o Figueirense, do técnico Tito Rodrigues, foi o vencedor e ficou com a Taça Tenente-Coronel Paulo Gonçalves Weber Vieira da Rosa.
Após estar perdendo por 3 a 0, o time Alvinegro, reabilitou-se conseguindo assinalar quatro gols, vencendo assim o clube do Vale do Itajaí, quando parecia que tudo estava perdido para o Figueira.
Os gols do Figueirense foram de Chocolate, Leônidas, Bráulio e Nede.
Apitou a partida, o Sr. Aldo Fernandes do quadro de árbitros da Federação Catarinense de Desportos (FCD).

PERFIL DO HOMENAGEADO:
Paulo Gonçalves Weber Vieira da Rosa, natural de Pedras Grandes-SC, nasceu em 10 de janeiro de 1898 e faleceu em Florianópolis-SC, em 22 de outubro de 1988, foi um militar brasileiro.
Foi nomeado Prefeito de Florianópolis-SC, de 13 de outubro de 1964 a 30 de janeiro de 1966.
Até 1953 ocupou vários comandos militares, sobretudo em São Paulo-SP, por último em Florianópolis-SC
Foi presidente da Federação Catarinense de Desportos (FCD) em 1948.
Depois que se aposentou, foi presidente do Clube Doze de Agosto (1953-1957), Prefeito de Florianópolis-SC (1964-1966), Secretário de Segurança Pública (1966-1971), Membro do Conselho Estadual de Cultura (1971-1975), Chefe do Escritório Regional da Sudesul (1972-1983), e ainda muitas outras atividades paralelas.
Funções Militares em Santa Catarina: Comandante do 14º Batalhão de Caçadores de Florianópolis-SC (1948-1951). Promovido a Coronel, foi adido na XVI CR, em Florianópolis-SC. Passou à Reserva remunerada do Exército como General de Brigada, em 23 de julho de 1953.

terça-feira, 3 de abril de 2012

MEMÓRIA ALVINEGRA



UM GESTO NOBRE
O Figueirense Futebol Clube conquistou o título do Torneio Início da Capital em 1949.
Um nobre gesto da diretoria do Figueirense que mereceu destaque especial foi a desistência de sua cota parte no Torneio Início de 1949, em favor da Acesc, entidade de classe dos cronistas esportivos. Pelo gesto, o Alvinegro mereceu sim, o aplauso.

INVICTO O FIGUEIRENSE EM CRICIÚMA
A estreia do Figueirense Futebol Clube nos gramados de Criciúma-SC foi no ano de 1949. O time Alvinegro, dirigido pelo técnico Tito Rodrigues, realizou dois amistosos. No dia 30 de julho (sábado), derrotou o Esporte Clube Próspera pelo placar de 3 a 1. E no dia 31 de julho (domingo), empatou com o Comerciário Esporte Clube em 2 a 2.
Hoje, o Comerciário é o Criciúma Esporte Clube. O Criciúma era azul e branco e chamava-se Comerciário EC.

AUXÍLIO FINANCEIRO
Pela Lei Nº 28, de 8 de setembro de 1949, o Governo do Município de Florianópolis concedeu o auxílio de Cr$10.000,00 ao Figueirense Futebol Clube, para prosseguimento das obras do seu estádio que estava sendo construído no bairro do Estreito.
O gesto do chefe do Executivo Municipal, Adalberto Tolentino de Carvalho, foi muito bem recebido nos meios esportivos da cidade bem como pela numerosa torcida do clube Alvinegro.

ODY VARELLA
Catarinense de Tijucas, nascido em 3 de novembro de 1921, o empresário Ody Varella tem relevantes serviços prestados ao esporte de Santa Catarina, principalmente ao esporte amador (basquetebol, voleibol, atletismo, ciclismo e tênis de mesa).
O alvinegro Ody Varella, integrou o Conselho Deliberativo do Figueirense Futebol Clube, nos anos 70 quando o clube era presidido pelo Major José Mauro da Costa Ortiga.

REALDO GUGLIELMI
Um dos maiores líderes empresariais da Região Sul de Santa Catarina, Realdo Santos Guglielmi, nascido em Morro da Fumaça-SC, em 30 de novembro de 1941 e que faleceu em 25 de março de 2004, em Porto Alegre-RS, de causas naturais, foi um homem que ajudou a construir a história da economia do Sul catarinense e que teve contribuição fundamental para o desenvolvimento do nosso Estado.
Realdo também foi um incentivador do esporte. Na década de 80 ele recebeu o título de Sócio-Benemérito do Figueirense Futebol Clube.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

ESTADUAL 2012 - 7ª RODADA DO RETURNO


Figueirense e Avaí se enfrentaram neste domingo (1º de abril) e fizeram um grande clássico. O jogo foi bastante corrido e disputado.

No Estádio Orlando Scarpelli, o time da casa Figueirense e o time visitante Avaí, fizeram um grande clássico, válido pela sétima rodada do Returno do Campeonato Catarinense de 2012, que terminou empatado em 2 a 2.
Os gols do time Alvinegro foram de Aloísio, aos 3 minutos do 1º tempo, e Júlio César, aos 4 minutos do 2º tempo.
O time avaiano reagiu e chegou ao empate com dois gols na segunda etapa, aos 12 e 39 minutos.
Com o resultado o Avaí mantém o tabu na casa do rival: já são cinco anos sem perder no Estádio Orlando Scarpelli pelo Campeonato Catarinense. A última vitória do Figueirense foi no dia 14 de fevereiro de 2007, por 3 a 0. De lá para cá, foram nove partidas, com cinco empates e quatro vitórias do Avaí.
Com o empate, o Figueirense chegou a 14 pontos e caiu para a 3ª posição no Returno, mas continua com boas chances de conquistar também está Fase do Estadual.
O time do técnico Branco no próximo domingo (8) volta a campo para enfrentar o Brusque, no Estádio Augusto Bauer, em Brusque-SC, às 16 horas, pela 8ª rodada do Returno do Estadual.

FICHA DO CLÁSSICO Nº 398
01/04/2012
Figueirense 2x2 Avaí
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Juiz: Bráulio da Silva Machado (SC)
Gols: Aloísio e Júlio César
Público: 15.551 total
Figueirense: Wilson; Pablo, Sandro, Canuto e Guilherme Santos; Ygor (Luiz Fernando), Túlio, Toró (Doriva) e Roni; Júlio César (Guilherme Lazaroni) e Aloísio. Técnico: Branco