quinta-feira, 31 de março de 2011

ESTÁ CHEGANDO A HORA, QUE VENHA A VITÓRIA !


393º CLÁSSICO




Está chegando a hora, o maior clássico catarinense estará de volta neste domingo. Avaí e Figueirense se enfrentarão pela 7ª rodada do Returno do Campeonato Catarinense. Vice-líder do campeonato, o time do técnico Jorginho promete muito empenho para ganhar o Avaí, fora de casa.

Nos últimos anos, o Figueirense tem levado a melhor sobre o Avaí. Desde 1999, já foram realizados 39 jogos. Desses, o Figueira venceu 13, empatou 18 e perdeu 8.

Na história do maior clássico do futebol de Santa Catarina, o retrospecto também favorece o Figueirense. Em 392 confrontos, foram 138 vitórias do Alvinegro, contra 126 do Avaí e 128 empates.

Outra vantagem do Figueirense: na história dos confrontos pelo Estadual o Alvinegro do Estreito tem mais vitórias. Até hoje, em 161 jogos, foram 62 vitórias do Figueirense contra 42 do Avaí e 57 empates.


1999 A 2011: FIGUEIRENSE É LIDER NA HISTÓRIA DOS CLÁSSICOS

04/03/1999 - Figueirense 1x2 Avaí - Copa do Brasil

10/03/1999 - Avaí 0x0 Figueirense - Copa do Brasil

28/03/1999 - Avaí 1x1 Figueirense - Estadual

03/06/1999 - Figueirense 0x0 Avaí - Estadual

21/07/1999 - Avaí 2x0 Figueirense - Estadual

25/07/1999 - Figueirense 2x1 Avaí - Estadual

09/04/2000 - Avaí 2x1 Figueirense - Estadual

21/05/2000 - Figueirense 2x2 Avaí - Estadual

10/09/2000 - Avaí 1x1 Figueirense - Brasileiro Série B

10/03/2001 - Avaí 1x3 Figueirense - Estadual

29/04/2001 - Figueirense 1x0 Avaí - Estadual

09/09/2001 - Figueirense 2x0 Avaí - Brasileiro Série B

28/10/2001 - Avaí 1x1 Figueirense - Brasileiro Série B

08/12/2001 - Figueirense 2x0 Avaí - Brasileiro Série B

18/12/2001 - Avaí 2x2 Figueirense - Brasileiro Série B

12/05/2002 - Avaí 1x1 Figueirense - Estadual

16/06/2002 - Figueirense 3x0 Avaí - Estadual

03/07/2002 - Avaí 1x3 Figueirense - Estadual

10/07/2002 - Figueirense 0x0 Avaí - Estadual

26/01/2003 - Avaí 1x1 Figueirense - Estadual

16/02/2003 - Figueirense 1x0 Avaí - Estadual

02/02/2005 - Figueirense 1x1 Avaí - Estadual

13/02/2005 - Avaí 1x0 Figueirense - Estadual

22/01/2006 - Avaí 1x2 Figueirense - Estadual

19/02/2006 - Avaí 3x2 Figueirense - Estadual

19/03/2006 - Figueirense 4x1 Avaí - Estadual

14/02/2007 - Figueirense 3x0 Avaí - Estadual

13/04/2007 - Avaí 0x1 Figueirense - Estadual

12/10/2007 - Avaí 1x1 Figueirense - Copa SC

06/11/2007 - Figueirense 2x2 Avaí - Copa SC

10/02/2008 - Avaí 0x3 Figueirense - Estadual

30/03/2008 - Figueirense 0x2 Avaí - Estadual

05/02/2009 - Figueirense 1x1 Avaí - Estadual

15/03/2009 - Avaí 1x1 Figueirense - Estadual

31/10/2009 - Figueirense 0x2 Avaí - Copa SC

22/11/2009 - Avaí 3x0 Figueirense - Copa SC

04/02/2010 - Figueirense 2x2 Avaí - Estadual

18/04/2010 - Avaí 1x1 Figueirense - Estadual

06/02/2011 - Figueirense 2x2 Avaí - Estadual

RESUMO:

Jogos = 39

Vitórias = 13

Empates = 18

Derrotas = 8

Gols Prós = 54

Gols Contra = 43


quarta-feira, 30 de março de 2011

PERSONAGENS DO CLÁSSICO


WILSON E FERNANDES: JOGADORES


CAPAZES DE DECIDIR UMA PARTIDA

Às vésperas de mais um Avaí x Figueirense válido pelo Campeonato Catarinense, no próximo domingo (03/04), às 18hs30min, no Estádio da Ressacada, o Blog aposta em dois jogadores diferenciados que podem decidir no clássico: o goleiro Wilson e o meia Fernandes, os mais experientes em jogos contra o Avaí.



No atual elenco, eles são os jogadores que mais atuaram em jogos contra o rival.

A primeira aparição do goleiro Wilson, a "Muralha Alvinegra" perante a torcida do Figueirense foi num clássico com o Avaí, pelo Campeonato Catarinense de 2007, com vitória alvinegra pelo marcador de 3 a 0. No retrospecto dos clássicos com Wilson na meta do Figueira foram 9 jogos, com 2 vitórias, 6 empates e uma derrota.

Wilson é um goleiro seguro, autor de grandes defesas e que se tornou um ídolo do Figueirense, sua presença em campo no próximo domingo aumentará a chance de vitória do Figueirense.

O meia Fernandes já jogou 16 clássicos. No retrospecto dos confrontos com Fernandes em campo são 8 vitórias, 5 empates e 3 derrotas. Jogador de uma qualidade técnica excepcional, Fernandes sempre teve boas atuações em jogos contra o rival e sempre teve sorte de fazer gols. O meia já marcou 5 gols contra o Avaí. Dos seus pés pode sair sempre um lance de perigo, seja de bola parada ou em jogadas de bola corrida.

GOLS DE FERNANDES EM CLÁSSICOS

O meia Fernandes - maior ídolo e maior artilheiro da história do Figueirense - é um jogador que pode decidir o jogo em um lance. Trata-se de um craque que desequilibra a partida. Em jogos contra o Avaí Fernandes já marcou cinco vezes. Acompanhe, abaixo:

21/05/2000 - Figueirense 2x2 Avaí (1 gol)

07/12/2001 - Figueirense 2x0 Avaí (1 gol)

16/02/2003 - Figueirense 1x0 Avaí (1 gol)

10/02/2008 - Avaí 0x 3 Figueirense (1 gol)

18/04/2010 - Avaí 1x1 Figueirense (1 gol)
























terça-feira, 29 de março de 2011

PARA RELEMBRAR HISTÓRIAS E REVIVER O PASSADO











AMISTOSO

Em 17 de setembro de 1930 realizou-se no Estádio Adolfo Konder, em Florianópolis-SC, um encontro amistoso entre o Figueirense Futebol Clube e um time de marujos dos destroyers ora anconrados em nosso porto. O jogo teve a vitória do Figueirense por 2 a 1.


POSSE

Na sessão da Assembléia Geral realizada em 20 de junho de 1939, foi eleito e empossado presidente do Figueirense Futebol Clube o Dr. César Seara, na vaga ocorrida com a renúncia do Capitão-Tenente Aviador Franklin Rocha, que seguiu para o Rio de Janeiro, onde fixou residência.


CAMPEÃO DO ESTADO EM 1939

O Figueirense sagrou-se campeão Estadual de 1939 ao derrotar na final o Peri Ferroviário de Mafra, pelo marcador de 5 a 3, no Estádio Adolfo Konder. Os gols do jogo foram anotados por: Neri (2), Ivo (2) e Beck. O time campeão: Silas; Godinho e Décio; Minela, Beck e Sidney; Evan, Sabino, Ivo, Calico e Neri.


AMISTOSO: FIGUEIRENSE X INTER-RS

Em 25 de março de 1943 o Figueirense realizou um amistoso interestadual no Estádio Adolfo Konder, em Florianópolis-SC, contra o S.C. Internacional de Porto Alegre-RS. A partida terminou com o empate de 4 a 4. Os gols do Figueirense foram anotados por Mandico, Chocolate, Teixeirinha e Raul.


TIME DE CRAQUES

O Figueirense foi campeão invicto do Campeonato da Cidade em 1950 e vice-campeão Estadual no mesmo ano. Neste tempo, primeiro disputava-se o Citadino para escolher quem representaria a Capital no Campeonato Estadual. Comandado pelo técnico Carlos da Costa Dantas (Tenente da Aeronáutica), o time era cheio de craques: Dolly; Chinês, Marcos, Romeu, Braulio e Geraldo; Moraci, Nede, Urubú, Gil e Meirelles.


DR. JÚLIO GONÇALVES

Historicamente, o Figueirense Futebol Clube sempre teve dirigentes dedicados ao clube. O Dr. Júlio César Gonçalves, atual presidente do Conselho Deliberativo, é um exemplo de grande dirigente e colaborador do clube. Você sabia que o doutor Júlio já foi jogador do Figueirense ? Ele jogou nas categorias de base nos anos de 1959 e 1960.



CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO DE 1962

Em 1962 o Figueirense conquistou o título do Torneio Início de Profissionais. Na final com o Guarani venceu por 3 a 1, gols de Ronaldo, Sérgio e Julinho. O time campeão: Djalma, Zori e Jocely; Julinho, Fausto Nilton e Guilherme; Wilson, Sérgio, Ronaldo, Vado e Perereca. Com esta conquista o Figueirense tornou-se bicampeão, tendo em vista que o título de 1961 também ficou em poder do Alvinegro.


TORCEDOR-SÍMBOLO

No dia 12 de dezembro de 1983, Sílvio Mello, recebeu o título de Benemérito do Figueirense Futebol Clube. Já falecido, Mello era considerado um torcedor-símbolo.


CLÁSSICO HISTÓRICO

Avaí e Figueirense fizeram o primeiro clássico do Estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada) em 8 de dezembro de 1983. O jogo, válido pelo Campeonato Catarinense, entrou para a história do futebol de Santa Catarina por ser o 1º clássico disputado na Ressacada. A vitória foi do Figueirense: 1 a 0, gol de Oliveira.


MÁRCIO GOIANO

Márcio Goiano nunca perdeu um clássico, seja como jogador ou treinador. Nos quatro clássicos em que dirigiu a equipe foram quatro empates. E dos nove clássicos que Márcio Goiano participou como jogador o ídolo alvinegro, teve 4 vitórias e 5 empates, tendo marcado um gol.


É TRICAMPEÃO

Em 18 de abril de 2004, comandado pelo técnico Dorival Júnior, o Figueirense ganhou o tricampeonato catarinense de futebol, ao vencer o Guarani de Palhoça, por 3 a 1, no Estádio Orlando Scarpelli. Os gols do Alvinegro foram de Paulo Sérgio, Sérgio Manoel e Carlos Alberto. O público total no Scarpelli foi de 21.324 torcedores.


segunda-feira, 28 de março de 2011

TAÇA 285 ANOS DE FLORIANÓPOLIS



Figueirense ganha Taça 285 anos de Florianópolis em vitória dramática


A vitória contra a Chapecoense, por 2 a 1, de virada, fez com que o Figueirense Futebol Clube erguesse a Taça 285 anos de Florianópolis, no Estádio Orlando Scarpelli, neste domingo.

É mais uma taça para a galeria de conquistas do Alvinegro. A taça, em homenagem ao aniversário da cidade, comemorado no último dia 23 de março, foi oferecida ao vencedor do jogo pela Prefeitura Municipal de Florianópolis. A taça foi entregue no final do jogo ao capitão do Figueirense, o goleiro Wilson.


O JOGO


A torcida do Figueirense gostou da atitude dos seus jogadores e saiu do estádio festejando bastante a vitória.

Foi uma partida dramática. Com apenas 15 minutos, o Figueirense teve duas baixas. O zagueiro Roger Carvalho sentiu uma lesão na coxa e foi substituído por Édson Silva e o atacante Héber sentiu uma fisgada na coxa e deixou o gramado para a entrada de Wellington.

O bom time da Chapecoense saiu na frente do marcador aos 28 minutos. O Alvinegro só conseguiu empatar aos 42 minutos, após boa jogada de Wellington pela direita o atacante passou para o meia Pittoni finalisar de primeira, da entrada da área.

Na segunda etapa, até aos 30 minutos o jogo estava equilibrado, foi quando o técnico Jorginho mexeu no Figueirense. O ídolo Fernandes entrou em lugar de Breitner. O Figueira cresceu em campo e chegou a fazer um gol aos 33 minutos, com Ygor, mas o juiz errou ao marcar impedimento num lance absolutamente legal. Mas a virada veio aos 44 minutos. Após chute de Wellington e rebote do goleiro da Chapecoense, o craque Fernandes empurou para o fundo das redes fazendo 2 a 1 para o Alvinegro. Foi o 5º gol de Fernandes na competição.

A vitória contra a Chapecoense levou o Figueirense à vice-liderança do Returno (11 pontos) e da Classificação Geral (27 pontos).


Ficha Técnica:
27/03/2011
Figueirense 2 x 1 Chapecoense
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Público: 7.595 pagantes; 7.685 total
Arbitragem: Ronan Marques da Rosa (SC)
Gols: Pittoni e Fernandes
Figueirense: Wilson; Bruno, João Paulo, Roger Carvalho (Édson Silva) e Juninho; Ygor, Túlio, Pittoni e Breitner (Fernandes); Reinaldo e Heber (Wellington).Técnico: Jorginho


Contagem regressiva. Está chegando o dia do maior clássico de Santa Catarina. Acontece no próximo dia 3/4 (domingo), pela sétima rodada do Returno do Campeonato Catarinense, no Estádio Ressacada.

Vamos apoiar o nosso Figueirense em busca de mais uma vitória sobre o rival Avaí.

sexta-feira, 25 de março de 2011

PARA RELEMBRAR UM MOMENTO INESQUECÍVEL


Há apenas nove dias de um novo encontro com o tradicional adversário, o Blog relembra um momento inesquecível: a decisão do Returno do Octogonal do Estadual de 2002


Em 2002, após três anos, Figueirense e Avaí voltaram a disputar um título. Pelo Campeonato Catarinense, os dois rivais de Florianópolis decidiram o Returno do Octogonal. Com uma vitória e um empate a equipe do Alvinegro, que já havia ganho o Turno, levou o título também do Returno e o título de campeão Catarinense de 2002 por antecipação, o 11º da história do clube.

AO AVAÍ CABIA VENCER O RETURNO PARA PRORROGAR A DECISÃO
A disputa pelo título Estadual poderia chegar até quatro confrontos. O Avaí chegou a Final do Returno do Octogonal com a responsabilidade de derrotar o Figueirense para conquistar esta Fase e adiar a decisão em mais dois confrontos. A disputa só não ultrapassou as duas partidas pois o Figueirense também ganhou o título do Returno do Octogonal, conquista que o credenciou festejar por antecipação o título de campeão Estadual de 2002.

OS JOGOS FINAIS DO RETURNO DO OCTOGONAL - TAÇA RADIALISTA RODOLFO SESTREM
03/07/2002
Avaí 1x3 Figueirense
Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis-SC
Gols: Dauri, Renato Martins e Marquinhos Paraná
Juiz: Luiz Orlando de Souza (SC)


10/07/2002
Figueirense 0x0 Avaí
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis-SC
Juiz: Clésio Moreira dos Santos (SC)
Público: 19.835 total
Time do Figueirense: Gustavo; Patrício, Márcio Goiano, Carlinhos, André Luiz e Paulo Sérgio; Simplício, Willian e Marquinhos Paraná; Selmir e Renato Martins. Técnico: Roberval Davino. 
Jogaram também: Mabília, Fransérgio, Marcinho e Dauri.

quinta-feira, 24 de março de 2011

CONFRONTO FIGUEIRENSE X CRUZEIRO-MG


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já divulgou a tabela do Campeonato Brasileiro da Série A de 2011. A estreia do Figueirense será diante do Cruzeiro de Belo Horizonte-MG, um dos maiores clubes do futebol brasileiro. Apenas como curiosidade, o Blog apresenta a história deste confronto pelo Brasileirão.



Há 38 anos acontecem confrontos entres as duas equipes. Ao longo destes anos todos, os clubes fizeram jogos emocionantes e de muitos gols, como os disputados em 28/09/04 (3x3) e 21/09/08 (4x3 para o Cruzeiro).
Em confrontos válidos apenas pelo Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão o time mineiro leva ligeira vantagem sobre o Figueirense em vitórias e números de gols, são 16 partidas, com 4 vitórias do Figueirense, 4 empates e 8 derrotas. O Alvinegro marcou 16 gols e sofreu 27.

FIGUEIRENSE X CRUZEIRO: JOGOS PELO BRASILEIRÃO
12/09/1973 - Figueirense 0x1 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
08/12/1973 - Figueirense 0x3 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
26/10/1975 - Figueirense 0x1 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
18/09/2002 - Figueirense 3x1 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
05/07/2003 - Figueirense 1x0 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
25/10/2003 - Cruzeiro 1x0 Figueirense - Estádio Mineirão
19/06/2004 - Figueirense 0x0 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
28/09/2004 - Cruzeiro 3x3 Figueirense - Estádio Mineirão
03/07/2005 - Figueirense 0x0 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
08/10/2005 - Cruzeiro 4x0 Figueirense - Estádio Mineirão
30/04/2006 - Figueirense 0x2 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
02/09/2006 - Cruzeiro 2x2 Figueirense - Estádio Mineirão
03/07/2007 - Figueirense 2x1 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
30/09/2007 - Cruzeiro 1x2 Figueirense - Estádio Mineirão
21/06/2008 - Cruzeiro 3x0 Figueirense - Estádio Mineirão
21/09/2008 - Figueirense 3x4 Cruzeiro - Estádio Orlando Scarpelli
J = 16
V = 4
E = 4
D = 8
GP = 16
GC = 27
SG = -11
EM 2006 CRUZEIRO X FIGUEIRENSE MARCOU
CONFRONTO ENTRE IRMÃOS
Um fato curioso a respeito da história deste grande jogo aconteceu no ano de 2006. Em 2 de setembro daquele ano, Cruzeiro x Figueirense foi mais do que um confronto pelo Campeonato Brasileiro. O jogo, no Mineirão, foi uma disputa entre irmãos. O técnico da equipe Alvinegra era Waldemar Lemos, irmão de Oswaldo de Oliveira, que estava no comando da equipe mineira.
Aquela foi a primeira vez que os dois irmãos se enfrentaram como técnicos no Brasil. O confronto já tinha acontecido quando eram preparadores físicos no Catar.
E o confronto entre os irmãos gerou um problema na família Oliveira, já que a mãe de Oswaldo e Waldemar, Dona Santinha, ficou dividida.
O jogo terminou empatado em 2 a 2, para a alegria da Dona Santinha.




BRASILEIRÃO 2011



A primeira rodada do Brasileirão/2011 será disputada nos dias 21 e 22 de maio. O regulamento da competição será o mesmo dos anos anteriores. A tabela de jogos prepara grandes emoções para as rodadas finais. Para evitar que os times entreguem resultados para não favorecer rivais, a CBF marcou para as duas últimas rodadas clássicos estaduais.
A principal novidade ficou por conta dos jogos aos sábados à noite. Toda rodada terá uma partida às 21hs, com transmissão exclusiva do PFC.
O Campeonato Brasileiro vai começar em 21 de maio e terminará em 4 de dezembro.

quarta-feira, 23 de março de 2011

1987: DOIS TÉCNICOS E UM TIME



O FIGUEIRENSE JÁ TEVE UMA VEZ DOIS TÉCNICOS AO MESMO TEMPO NO COMANDO DA EQUIPE
Pinga e Casagrande jogaram juntos pelo Figueira nos anos 70/80 e em 1987 dividiram a direção técnica do Alvinegro no Campeonato Catarinense da 2ª Divisão
Para os novos torcedores do Figueirense os nomes de Airton José de Andrade e Jaime Casagrande é pouco conhecido. No entanto, para quem acompanhou o time do Figueira nos anos 70 e 80, se lembra dos laterais Pinga e Casagrande.
Pinga foi lateral direito, titular absoluto de 1970 a 1980. Em toda a sua carreira atuou em apenas três clubes: Figueirense, Botafogo-RJ e Coritiba-PR. Casagrande, lateral esquerdo, atuou no clube de 1972 a 1982. Assim como seu ex-companheiro, passou por poucos clubes: Figueirense, Fluminense-RJ e Coritiba-PR.
Os dois são catarinenses, o primeiro de Florianópolis e o segundo de Urussanga.
Pinga, infelizmente morreu em 1º de junho de 2007, aos 54 anos. Já Casagrande continua trabalhando no Figueirense revelando atletas nas categorias de base do clube.
Em 1987, esta dupla dirigiu interinamente, a direção técnica do Figueirense, com a missão de levar o clube novamente ao lugar de destaque no futebol catarinense: a 1ª Divisão.
Na época, Pinga, com 34 anos, era funcionário do clube, dirigia a equipe dos juvenis e o expressinho do Figueirense e Casagrande, popular Casão, com 37 anos, exercia a função de treinador de goleiros, mas acabaram sendo chamados para substituirem o demissionário treinador Homero Cavalheiro.
Em 1987, o destino uniu mais uma vez os dois ex-jogadores. Depois do Figueirense, do Coritiba-PR, eles se reencontraram como técnicos na equipe que atuaram nos anos 70/80.
Pinga e Casagrande assumiram o comando do time na reta final do Campeonato Catarinense da 2ª Divisão de 1987 (Fase Final/Returno), faltando apenas três rodadas para o final da competição. Sob o comando da dupla o Figueirense disputou as seguintes partidas: Figueirense 2x0 Laguna, Ypiranga 1x4 Figueirense e Figueirense 0x0 Blumenau.

FOTO: CASAGRANDE E PINGA NO TIME DO FIGUEIRA DE 1975.









terça-feira, 22 de março de 2011

FIGUEIRENSE: 15º NO RANKING DE PONTOS CORRIDOS DA SÉRIE A











Desde 2003 o Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão passou a ser disputado no sistema de pontos corridos, ou seja, todos os times enfrentando-se em partidas de ida e volta, com a equipe que somar mais pontos sagrando-se campeã. No Ranking dos Pontos Corridos, o Figueirense Futebol Clube ocupa o 15º lugar. O Ranking leva em consideração as campanhas dos clubes em Campeonatos Brasileiros por pontos corridos, ou seja, de 2003 a 2010.
Vamos torcer para que em 2011 o Figueirense consiga uma boa classificação no Brasileirão para melhorar o seu desempenho no Ranking.
O Figueirense está de volta a Série A depois de dois anos disputando a Segundona. O time catarinense caiu em 2008 e conseguiu o acesso no ano passado.
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já divulgou a tabela do Brasileirão de 2011 da Série A. O Campeonato terá início no dia 21 de maio. A estreia do Figueirense será no dia 22/05 (domingo), às 16 horas, em Florianópolis, contra o Cruzeiro de Belo Horizonte-MG. Para ver a tabela completa, visite o Site da CBF (www.cbf.com.br).



A ERA DOS PONTOS CORRIDOS - 2003/2010
1º São Paulo/SP – 568 pontos
2º Cruzeiro/MG – 527 pontos
3º Internacional/RS – 517 pontos
4º Santos/SP – 511 pontos
5º Flamengo/RJ – 463 pontos
6º Atlético Paranaense/PR – 463 pontos
7º Fluminense/RJ – 455 pontos
8º Goiás/GO – 452 pontos
9º Corinthians/SP – 431 pontos
10º Palmeiras/SP – 428 pontos
11º Grêmio/RS – 404 pontos
12º Atlético Mineiro/MG – 376 pontos
13º Botafogo/RJ – 375 pontos
14º Vasco/RJ – 366 pontos
15º Figueirense/SC – 335 pontos
16º Coritiba/PR – 282 pontos
17º Paraná Clube/PR – 281 pontos
18º Juventude/RS – 266 pontos
19º Vitória/BA – 246 pontos
20º São Caetano/SP – 215 pontos
21º Ponte Preta/SP – 204 pontos
22º Guarani/SP – 147 pontos
23º Paysandu/PA – 146 pontos
24º Fortaleza/CE – 142 pontos
25º Sport/PE – 134 pontos
26º Náutico/PE– 131 pontos
27º Criciúma/SC– 110 pontos
28º Avaí/SC – 100 pontos
29º Grêmio Barueri/Prudente – 77 pontos
30º Ceará/CE – 47 pontos
31º Bahia/BA – 46 pontos
32º Atlético Goianiense/GO – 42 pontos
33º Santo André/SP – 41 pontos
34º Brasiliense/DF – 41 pontos
35º Portuguesa/SP – 38 pontos
36º Ipatinga/MG – 35 pontos
37º Santa Cruz/PE – 28 pontos
38º América/RN – 17 pontos


COLOCAÇÃO DO FIGUEIRENSE NO BRASILEIRÃO PONTOS CORRIDOS:

2003 - 11º lugar com 65 pontos ganhos (24 participantes)
2004 - 11º lugar com 63 pontos ganhos (24 participantes)
2005 - 16º lugar com 53 pontos ganhos (22 participantes)
2006 - 7º lugar com 57 pontos ganhos (20 participantes)
2007 - 13º lugar com 53 pontos ganhos (20 participantes)
2008 - 17º lugar com 44 pontos ganhos (20 participantes) Rebaixado para a Série B
2009 - não disputou
2010 - não disputou

segunda-feira, 21 de março de 2011

O ANO DE 1959


UMA TEMPORADA DE CONQUISTAS PARA O FIGUEIRENSE. EM 1959 O CLUBE COMEMOROU QUATRO TÍTULOS REGIONAIS
No âmbito Regional o ano de 1959 foi muito bom para o Figueirense Futebol Clube. O clube alvinegro conquistou quatro títulos: campeão do Torneio Início, campeão Citadino, Campeão do Torneio Heitor Ferrari e Campeão Citadino de Aspirantes.
No plano Intermunicipal, porém decepcionou bastante, pois não conseguiu passar da Fase Preliminar no Campeonato Estadual (Zona Leste).
Vale resaltar que em 1959 o Figueirense foi o único clube de Florianópolis a disputar uma partida Interestadual, a qual venceu com méritos o Ferroviário de Curitiba-PR, por 3 a 2.
1959: FIGUEIRENSE BICAMPEÃO DAS DUAS CATEGORIAS
O Figueirense conquistou no dia 10 de maio de 1959 pela segunda vez consecutiva o título de campeão do Campeonato da Cidade, ao vencer o Guarani por 1 a 0, gol de Wilson aos 17 minutos do primeiro tempo, no Estádio Adolfo Konder.
Assim formou o time campeão: Tatú; Gastão, Trilha e Edemir; Aniel e Waldir; Wilson, Oládio, Rodrigues, Perereca e Pitola.
Encerrado o jogo, o time campeão deu a sua volta olímpica pelo gramado, sendo muito aplaudido pela torcida.
A preliminar também foi vencida pelo Figueirense que fez 3 a 1 no Guarani, conquistando desta forma o bi-campeonato de Aspirantes.
- Campeonato da Cidade de Profissionais - campeão Figueirense (invicto), vice-campeão Paula Ramos.
- Campeonato da Cidade de Aspirantes - campeão Figueirense, vice-campeão Tamandaré.
CONFRONTO EQUILIBRADO ENTRE FIGUEIRENSE X AVAÍ EM 1959
Números mostram confronto equilibrado entre Figueirense e Avaí em 1959. Dos seis jogos entre os rivais, o time do Figueirense ganhou 2, perdeu 2 e empatou 2:
Figueirense 0x2 Avaí
Figueirense 2x3 Avaí
Figueirense 2x2 Avaí
Figueirense 1x0 Avaí
Figueirense 1x0 Avaí
Figueirense 0x0 Avaí
Jogos = 6
Vitórias = 2
Empates = 2
Derrotas = 2
Gols Prós = 6
Gols Contra = 7
Saldo = -1
RESUMO DA CAMPANHA DO FIGUEIRA EM 1959
Jogos = 28
Vitórias = 13
Empates = 4
Derrotas = 11
Gols Prós = 47
Gols Contra = 45
Saldo de Gols = 2
TIME CAMPEÃO DO TORNEIO INÍCIO DE 1959
Djalma; Cebalos e Osni; Edemir, Aniel e Fausto Nilton; Wilson, Telmo, Fernando, Enio e Careca.
TIME CAMPEÃO DA CIDADE DE 1959
Tatú; Gastão, Trilha e Edemir; Aniel e Waldo; Wilson, Oládio, Rodrigues, Perereca e Pitóla.
TÉCNICOS EM 1959
Em 1959, o Figueirense teve dois treinadores durante a temporada. O ano começou com Nélson Carril Garcia comandando o time. No transcorrer do ano houve a troca de técnico e o time passou a ser dirigido por Waldir Mafra.


sexta-feira, 18 de março de 2011

MEMÓRIA



Em 1973 e 1974, Figueirense Futebol Clube e Avaí Futebol Clube disputaram a vaga para representar Santa Catarina no Campeonato Nacional de Clubes. Acompanhe abaixo detalhes sobre os jogos, extraídos do Jornal O Estado.


FIGUEIRENSE FATURA AVAÍ NO JOGO DA CONSAGRAÇÃO DE DA COSTA
O clássico de 13 de maio de 1973, válido pelo Campeonato Estadual e também como a primeira partida da Melhor de Três que indicaria o representante de Santa Catarina no Nacional de 1973 foi nervoso e as duas equipes mostraram um excelente futebol com jogadas para qualquer público do País, o que justifica o ingresso de Santa Catarina no Nacional.

DA COSTA FOI O MELHOR EM CAMPO NO JOGO QUE O CONSAGROU COMO GOLEIRO DO FIGUEIRENSE
Da Costa: a maior figura da partida. Há muitos anos não aparecia no Estádio Adolfo Konder um goleiro que jogasse tanto. Soube dar tranquilidade e inspirar confiança a sua zaga. Garantiu a vitória alvinegra.

FIGUEIRENSE GANHA JOGO E PRÊMIOS
O Figueirense ganhou todos os prêmios oferecidos pelo Jornal O Estado, no dia do seu 58º aniversário.
Da Costa, que garantiu a vitória de 1 a 0, foi escolhido como o melhor do jogo e ficou com um TV portátil.
Tião Marino autor do único gol da partida, levou Cr$500,00.
A torcida do Figueirense, que movimentou o Adolfo Konder, com bandeiras, charanga e muito incentivo ao seu time, ganhou um troféu.
O 1 a 0 garantiu ao Figueirense, um troféu e 13 rádios de pilha, distribuidos aos jogadores.














FICHA TÉCNICA:
Data: 13/05/1973
Avaí 0x1 Figueirense
Local: Estádio Adolfo Konder, em Florianópolis-SC
Gol: Tião Marino, aos 25 min. do 1º tempo
Juiz: Sebastião Rufino (PE), indicado pela C.B.D.
Público: não divulgado
Time do Figueirense: Da Costa, Pinga, Jaílson, Moenda e Casagrande; Adailton, Moacir e Caco; Luiz Éverton, Tião Marino e Land. Técnico: Jorge Ferreira.



FIGUEIRENSE GANHOU COM MÉRITOS A VAGA PARA O NACIONAL
O Estádio do Clube Náutico Marcílio Dias não pode receber no dia 16 de maio de 1973, todo o público que pretendia ver a segunda partida entre Figueirense e Avaí, pela Série Melhor de Três Pontos que indicou o representante de Santa Catarina no Nacional. Uma caravana de torcedores da Capital invadiu a cidade de Itajaí onde a vaga foi decidida, em campo neutro, como havia recomendado a Confederação Brasileira de Desportos (C.B.D).


É FIGUEIRA
Garantindo o 0x0 que lhe deu o ingresso no Nacional, o Figueirense soube, na noite do dia 16 de maio de 1973, em Itajaí, resistir a pressão do Avaí no 1º tempo e manter o empate até o final.


FICHA TÉCNICA

Data: 16/05/1973
Figueirense 0x0 Avaí
Local: Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí-SC
Público: não divulgado
Juiz: Arnaldo César Coleho (RJ), indicado pela C.B.D.
Time do Figueirense: Da Costa, Pinga, Jaílson, Moenda e Casagrande; Adailton, Moacir e Luiz Éverton; Caco, Tião Marino (Quincas) e Land. Técnico: Jorge Ferreira.


1974: FIGUEIRENSE X AVAÍ EM MELHOR DE TRÊS PONTOS
Nove meses depois que o Figueirense, com um gol de Tião Marino, na primeira partida, classificou-se para representar Santa Catarina no Campeonato Nacional de 1973, batendo ao Avaí, as duas equipes entraram novamente em campo no dia 6 de fevereiro de 1974, com o mesmo objetivo: quem conseguisse 4 pontos sobre o adversário estaria automaticamente incluído no certame.
No primeiro confronto da Série Melhor de Três, jogando contra um Figueirense sem preparo físico, o Avaí não encontrou dificuldade para ganhar por 2 a 0. Arbitragem: José Mauro Vinhas (RJ). O jogo foi realizado no Estádio Orlando Scarpelli. A arrecadação não foi fornecida.
Com um gol de Caco, marcado aos 36 minutos da etapa inicial, o Figueirense venceu na noite de 9 de fevereiro de 1974 o Avaí, adiando para um terceiro jogo a decisão da Melhor de Três que indicaria o representante catarinense no Campeonato Nacional daquele ano. O Figueirense foi superior durante todos os 90 minutos, principalmente no segundo tempo. Arbitragem: Romualdo Arppi Filho (SP). Local: Estádio Orlando Scarpelli. O público não foi fornecido.
No terceiro e decisivo confronto, disputado em 12 de fevereiro de 1974, a decisão só veio depois de 120 minutos de jogo e 15 penalidades. Sabará cobrando a 15ª penalidade, já na madrugada do dia 13, deu ao Avaí o direito de participar do Nacional de 1974.
A primeira série de 10 penalidades terminou empatada, com aproveitamento total. Depois Vilela bateu para defesa de Da Costa, Jaílson atirou fora, Rubens converteu e defendeu, a seguir, o tiro de Luiz Éverton. Foi então a vez de Sabará selar a sorte da disputa, cobrando forte, rasteiro, praticamente entre os braços de Da Costa que, apesar de cair certo, não conseguiu deter a bola. Começava a festa avaiana, após uma partida nervosa, corrida e equilibrada. Na prorrogação, sentindo o esforço despendido, os jogadores trataram de manter o empate. O jogo foi apitado por José Faville Neto (SP). Público: não divulgado. Local: Estádio Orlando Scarpelli.
























































quarta-feira, 16 de março de 2011

BIOGRAFIA - PARTE LIII


PROFISSIONAIS DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE
(Continuação das postagens dos dias 19/12/09, 28/03/10, 28/05/10, 17/07/10, 18/07/10, 19/07/10, 21/07/10, 22/07/10, 23/07/10, 24/07/10, 26/07/10, 27/07/10, 28/07/10, 29/07/10, 30/07/10, 31/07/10, 02/08/10, 03/08/10, 04/08/10, 05/08/10, 09/08/10, 10/08/10, 11/08/10, 12/08/10, 13/08/10, 16/08/10, 17/08/10, 18/08/10, 19/08/10, 20/08/10, 23/08/10, 24/08/10, 25/08/10, 26/08/10, 27/08/10, 31/08/10 , 01/09/10, 02/09/10, 20/09/10, 28/09/10 , 30/09/10, 08/10/10, 13/10/10, 25/11/10, 03/12/10, 06/12/10, 20/01/11, 26/01/11, 03/02/11, 08/03/11, 14/03/11 e 15/03/11)Jogadores que disputaram jogos em competições oficiais pelo Figueirense a partir de 1921.
Técnicos, auxiliares técnicos, massagistas, médicos, preparadores físicos, treinadores de goleiros e dirigentes.
A lista foi obtida a partir de uma pesquisa em jornais e revistas esportivas. Muitos dados estão incompletos, podendo ocorrer erros de escrita ou confusões de nomes. Escolha a letra inicial do nome do profissional a ser pesquisado, e encontrará : a posição que jogou (atleta), o cargo que ocupou (técnico, auxiliar, preparador, diretor, médico), seu nome completo, data e local de nascimento e período em que atuou no Figueirense.
ANTÔNIO CLEMENTE
Antônio José Clemente
Natural: Rio de Janeiro-RJ (28/09/1936)
Técnico
Clubes: Figueirense (1977 e 1978), América-RJ (1984), Bangu-RJ (1990), Uberlândia-MG, Portuguesa-SP, Madureira-RJ (1997 e 1998), Atlético-PR (1998 e 1999), Botafogo-RJ (1999 e 2000)
Preparador Físico: Madureira-RJ (1965 e 1966), América-RJ (1967 e 1971), Fluminense-RJ (1968 e 1969), Figueirense (1973 e 1977)
Supervisor: América-RJ (1975), Vasco da Gama-RJ (1979)
Diretor de Futebol: Botafogo-RJ (1993, 1995, 1996, 1999 e 2001), Atlético-PR (1994 a 1996, 1998 e 1999)
ANTUNES
Meia
Clubes: Juventus de Jaraguá do Sul-SC (1994 e 1996), Figueirense (1995)
ARTUR NETO
Artur Alves da Silva Neto
Natural: Rio de Janeiro-RJ (17/01/1955)
Técnico
Clubes: Mogi Mirim-SP (1988), Anapolina-GO (1990), XV de Novembro de Jaú-SP (1991), Ituano-SP (1992 e 1997), CRB-AL (1993), Criciúma-SC (1994), São Carlense-SP (1995), Sampaio Corrêa-MA (1996), ABC-RN (1998 e 2008), Ceará-CE (1998 e 2002), Náutico-PE (1998 e 1999), Joinville-SC (2000, 2001, 2004 e 2005), Atlético-PR (2000), Botafogo-SP (2001, 2003, 2008 e 2009), Juventude-RS (2002), Shanxi Guoli-China (2002), Figueirense (2003), Paysandu-PA (2004), América-RN (2004, 2005 e 2009), União São João-SP (2006), Atlético Goianiense-GO (2006, 2007, 2009 e 2010), Remo-PA (2006), Vila Nova-GO (2007), Itumbiara-GO (2009), Goiás-GO (2010 e 2011)
Ex-jogador (meia): Cruzeiro-MG, Botafogo-RJ, São Cristovão-RJ, Villa Nova-MG, Deportivo Itália-Venezuela, Vitória de Setúbal-Portugal, Sporting Lisboa-Portugal
Diretor Técnico: Goiás-GO (2008)
EDEMIR
Natural: Tubarão-SC (16/09/1937)
Atacante
Clubes: Ferroviário de Tubarão-SC, Figueirense (1958 a 1961)
HÉLIO ROSA
Hélio Rosa
Técnico
Clubes: Almirante Barroso de Itajaí-SC (1955 e 1964), Paula Ramos de Florianópolis-SC (1959, 1964 e 1965), Figueirense (1963), Carlos Renaux de Brusque-SC (1964), Urussanga-SC (1965 e 1966), Internacional de Lages-SC (1967)
JOSÉ DIAS
José Dias
Natural: Florianópolis-SC
Técnico
Figueirense (categorias de base 1961 a 1963, 1969 e 1970)
Foi Dirigente e Benemérito do Figueirense
JUAREZ
Atacante
Clubes: Avaí-SC, Figueirense (1967), Paula Ramos de Florianópolis-SC (1968)
Oscar Veloso
Natural: Florianópolis-SC
Zagueiro
Clubes: Paula Ramos de Florianópolis-SC (1954), Figueirense, São Paulo de Florianópolis-SC (1967)
Técnico: São Paulo de Florianópolis-SC (1968)
LUIZ FERNANDO
Luiz Fernando
Natural: Florianópolis-SC
Médico
Clube: Figueirense (1966 e 1967)
LUIZÃO
Luiz de Souza
Natural: Florianópolis-SC
Massagista
Clubes: Figueirense (1966 a 1968), Avaí-SC (1968)
LUIZINHO
Meio Campo
Clubes: Avaí-SC, Figueirense (1966)
MOTORZINHO
Norivaldo de Freitas
Natural: Florianópolis-SC
Meio Campo
Clube: Figueirense (1946)

terça-feira, 15 de março de 2011

BIOGRAFIA - PARTE LII


PROFISSIONAIS DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE(Continuação das postagens dos dias 19/12/09, 28/03/10, 28/05/10, 17/07/10, 18/07/10, 19/07/10, 21/07/10, 22/07/10, 23/07/10, 24/07/10, 26/07/10, 27/07/10, 28/07/10, 29/07/10, 30/07/10, 31/07/10, 02/08/10, 03/08/10, 04/08/10, 05/08/10, 09/08/10, 10/08/10, 11/08/10, 12/08/10, 13/08/10, 16/08/10, 17/08/10, 18/08/10, 19/08/10, 20/08/10, 23/08/10, 24/08/10, 25/08/10, 26/08/10, 27/08/10, 31/08/10 , 01/09/10, 02/09/10, 20/09/10, 28/09/10 , 30/09/10, 08/10/10, 13/10/10, 25/11/10, 03/12/10, 06/12/10, 20/01/11, 26/01/11, 03/02/11, 08/03/11 e 14/03/11)
Jogadores que disputaram jogos em competições oficiais pelo Figueirense a partir de 1921.
Técnicos, auxiliares técnicos, massagistas, médicos, preparadores físicos, treinadores de goleiros e dirigentes.
A lista foi obtida a partir de uma pesquisa em jornais e revistas esportivas. Muitos dados estão incompletos, podendo ocorrer erros de escrita ou confusões de nomes. Escolha a letra inicial do nome do profissional a ser pesquisado, e encontrará : a posição que jogou (atleta), o cargo que ocupou (técnico, auxiliar, preparador, diretor, médico), seu nome completo, data e local de nascimento e período em que atuou no Figueirense.
ALCIONE
Ponta de Lança
Clubes: Internacional-RS, Guarani de São Miguel do Oeste-SC, Operário-MS, Comercial-MS, Londrina-PR, Juventude-RS (1978 a 1981), Figueirense (1981)
AGNALDO
Agnaldo José da Silva
Natural: Sertãozinho-SP
Goleiro
Clubes: Caxias-RS (1991, 1993, 1994 e 1995), Sertãozinho-SP (1992), Figueirense (1992 e 1993).
AGUIRREGARAY
Oscar Aguirregaray Acosta
Natural: Artigas-Uruguai (25/10/1959)
Zagueiro
Clubes: Nacional-Uruguai (1980 a 1985), Defensor-Uruguai (1986 a 1988 e 1991 a 1993), Internacional-RS (1988 e 1989), Palmeiras-SP (1990), Figueirense (1991), Penharol-Uruguai (1994 a 2001)
Jogou pela Seleção Uruguaia (1987, 1995, 1996 e 1997)
Técnico: River Plate-Uruguai (2006)
AILTON
Zagueiro
Clubes: Atlético-PR, Figueirense (1983)
ARI
Ariclenes Jorge Gabriel da Silva
Natural: Curitiba-PR (18/04/1986)
Goleiro
Clubes: Londrina-PR (categorias de base), Figueirense (2005 a 2007 categorias de base; 2006 e 2007 profissional), Icasa-CE (2008), Rio Branco-MG (2008)
Campeão Catarinense pelo Figueirense em 2006.
BALINHA
Lateral Direito
Clubes: Figueirense (1968 e 1969), Juventus de Rio do Sul-SC (1969)
CARAZINHO
Zagueiro
Clubes: Rosário Central-Argentina (1963), Figueirense (1963), Juventude-RS (1964)
CIRO
Zagueiro
Clubes: Avaí-SC (1939), Figueirense (1940)
GONÇALVES
Harrison Souza Gonçalves
Natural: Camaçari-BA (25/01/1990)
Zagueiro
Clubes: Paraná Clube-PR (categorias de base), Figueirense (categorias de base 2006 e 2007), Juventude-RS, Lajeadense-RS (2010 e 2011)
HERRERA
Atacante
Clubes: Figueirense (1953), Avaí-SC (1954)
JACÓ
Ponta Esquerda
Clubes: Paula Ramos de Florianópolis-SC (1954), Avaí-SC (1955), Figueirense (1959)
JACKSON
Jackson Fernando de Souza
Natural: São José-SC (10/08/1990)
Volante
Clube: Figueirense (categorias de base 2008 a 2010; profissional 2011)
LÉO
Leonardo Rodrigues
Natural: Caçador-SC (06/04/1991)
Lateral Direito
Clube: Figueirense (categorias de base 2009 a 2010; profissional 2011)
João Batista Rodrigues Júnior
Natural: Florianópolis-SC (27/03/1932)
Zagueiro
Clubes: Bocaiúva de Florianópolis-SC, Paula Ramos de Florianópolis-SC, Avaí-SC (1953), Figueirense
Foi Diretor do Figueirense.

segunda-feira, 14 de março de 2011

BIOGRAFIA - PARTE LI




PROFISSIONAIS DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE

(Continuação das postagens dos dias 19/12/09, 28/03/10, 28/05/10, 17/07/10, 18/07/10, 19/07/10, 21/07/10, 22/07/10, 23/07/10, 24/07/10, 26/07/10, 27/07/10, 28/07/10, 29/07/10, 30/07/10, 31/07/10, 02/08/10, 03/08/10, 04/08/10, 05/08/10, 09/08/10, 10/08/10, 11/08/10, 12/08/10, 13/08/10, 16/08/10, 17/08/10, 18/08/10, 19/08/10, 20/08/10, 23/08/10, 24/08/10, 25/08/10, 26/08/10, 27/08/10, 31/08/10 , 01/09/10, 02/09/10, 20/09/10, 28/09/10 , 30/09/10, 08/10/10, 13/10/10, 25/11/10, 03/12/10, 06/12/10, 20/01/11, 26/01/11, 03/02/11 e 08/03/11)Jogadores que disputaram jogos em competições oficiais pelo Figueirense a partir de 1921.
Técnicos, auxiliares técnicos, massagistas, médicos, preparadores físicos, treinadores de goleiros e dirigentes.
A lista foi obtida a partir de uma pesquisa em jornais e revistas esportivas. Muitos dados estão incompletos, podendo ocorrer erros de escrita ou confusões de nomes. Escolha a letra inicial do nome do profissional a ser pesquisado, e encontrará : a posição que jogou (atleta), o cargo que ocupou (técnico, auxiliar, preparador, diretor, médico), seu nome completo, data e local de nascimento e período em que atuou no Figueirense.
ADOLFINHO
Adolfo Martins Camilli
Natural: Florianópolis-SC (28/05/1925)
Goleiro
Clubes: Bocaiúva de Florianópolis-SC (1941), Avaí-SC (1941 a 1956), Figueirense (1943)
AILTON
Ailton José de Souza
Natural: Cafeara-PR
Ponta Direita
Clubes: Brusque-SC, Figueirense (1989)
AIRTON
Centroavante
Clubes: Goiás-GO, América-RN, Vasco da Gama-RJ, Noroeste-SP, Figueirense (1984), Ferroviário de Tubarão-SC (1985)
ALCIDES TAVARES
Alcides de Assunção Tavares
Natural: Florianópolis-SC
Figueirense: Vice-Presidente Jurídico, Vice-Presidente de Futebol, Presidente do Conselho Deliberativo, Presidente (1996), Presidente da ASFIG (Associação dos Sócios do Figueirense), Membro Nato do Conselho de Gestões), Benemérito do Figueirense
Técnico: Tamandaré de Florianópolis-SC (1963 e 1964)
ALEMÃO
Rodolfo Goudel Filho
Natural: (12/04/1928)
Ponta Direita
Clubes: Bocaiúva de Florianópolis-SC, Guarani de Florianópolis-SC, Figueirense (1954 e 1955)
ALEXANDRE PAVÃO
Alexandre Ricardo Pavão
Natural: Jundiaí-SP (16/01/1978)
Goleiro
Clubes: XV de Novembro de Piracicaba-SP, Sekogakvin-Japão, Rio Branco-SP, Figueirense (1999 a 2001), Avaí-SC (2002 e 2003), Olímpia-SP (2005)
ALTIVO
Altivo de Carvalho Neto
Natural: Claro dos Poções-MG (22/04/1969)
Volante
Clubes: Claro dos Poções-MG (categorias de base), Ateneu-MG, Atlético-MG (1988, 1989, 1990 e 1992), Araranguá-SC, Juventus de Jaraguá do Sul-SC, Figueirense (1993 e 1994)
ANDERSON
Anderson Carlos Blum
Natural: Rio de Janeiro-RJ (19/09/1985)
Goleiro
Clubes: Atlético de Sorocaba-SP (2005), Figueirense (2005 e 2006)
ANDERSON
Anderson Pereira da Silva
Zagueiro
Clubes: URT-MG, Guarulhos-SP, Osasco-SP (2000 e 2001), Figueirense (2001), Marcílio Dias-SC (2002), Kindermann de Caçador-SC (2002)
AROLDO
Aroldo Duarte
Natural: Araquari-SC (25/10/1958)
Meia
Clubes: Joinville-SC, Juventus de Jaraguá do Sul-SC (1980), Internacional de Lages-SC (1981), Caçadorense-SC (1981), Chapecoense-SC (1981), Carlos Renaux de Brusque-SC, Itabaiana-SE, Rio Verde-GO, Botafogo-PB, Treze-PB (1986 e 1987), Novorizontino-SP (1988), Náutico-PE (1988 a 1990), Figueirense (1991)
Supervisor de Futebol: Itabaiana-SE (2007)
BARRA VELHA
Atacante
Clubes: Próspera de Criciúma-SC (1967, 1968 e 1969), Figueirense (1968)
BIBI
Guilherme Ávila
Natural: Florianópolis-SC
Zagueiro
Clubes: Figueirense (1952)
BINHA
Vilmar da Cunha
Natural: Florianópolis-SC
Lateral Esquerdo
Clubes: Avaí-SC (1958 a 1966), Figueirense (1966), Guarani de Florianópolis-SC (1967), Paula Ramos de Florianópolis-SC
LISBOA
Osni Lisboa
Natural: Florianópolis-SC (18/01/1930)
Atacante
Clubes: A.D. Colegial de Florianópolis-SC, Figueirense, Avaí-SC (1951, 1952 e 1954), Paula Ramos de Florianópolis-SC
MORITZ
Alberto Moritz
Natural: Florianópolis-SC
Goleiro
Clube: Figueirense (1926, 1927, 1928)
Foi Presidente do Figueirense em 1927
ZÉ CASTORINO
Atacante
Clubes: Próspera de Criciúma-SC (1967 a 1969), Figueirense (1968)

sexta-feira, 11 de março de 2011